Halep vence e encara algoz de Pliskova na semifinal de Stuttgart

Romena confirma favoritismo e avança em torneio no saibro

Estadao Conteudo

28 de abril de 2017 | 19h10

Sem qualquer dificuldade, a romena Simona Halep confirmou o favoritismo nesta sexta-feira e avançou à semifinal do Torneio de Stuttgart, disputado em quadras de saibro, na Alemanha. Quarta favorita e quinta do ranking da WTA, ela superou a letã Anastasija Sevastova (26ª do mundo) por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1.

Sua adversária na semifinal será a alemã Laura Siegemund. De maneira surpreendente, também nesta sexta-feira, a 49ª colocada do ranking fez um jogo difícil e muito disputado, mas eliminou a checa Karolina Pliskova, terceira do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/3), 5/7 e 6/3.

Fechando a rodada desta sexta-feira, a francesa Kristina Mladenovic superou a espanhola Carla Suárez Navarro - por 6/3 e 6/2 - e será a próxima adversária da russa Maria Sharapova, que passou mais cedo pela estoniana Anett Kontaveit por 2 sets a 0.

Vencedora de cinco títulos de Grand Slam, Sharapova voltou ao circuito na quarta-feira após cumprir suspensão por doping. A punição inicial era de dois anos, mas ela obteve a redução na Corte Arbitral do Esporte (CAS) no ano passado.

ISTAMBUL

Pelo Torneio de Istambul, na Turquia, a ucraniana Elina Svitolina confirmou o favoritismo e derrotou a romena Sorana Cirstea por duplo 6/4 para ir às semifinais. Principal cabeça de chave e 13ª do mundo, ela encara neste sábado a checa Jana Cepelova, que passou de virada pela ucraniana Dayana Yastremska, com parciais de 2/6, 7/6 (7/4) e 6/4.

Terceira cabeça de chave, por sua vez, a romena Irina-Camelia Begu se garantiu na outra semifinal ao superar a turca Basak Eraydin, também de virada, com parciais de 2/6, 7/6 (7/5) e 6/1. Sua adversária será a belga Elise Mertens, que passou pela local Cagla Buyukakcay por 6/4, 4/6 e 6/2.

Tudo o que sabemos sobre:
Tênistênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.