AFP Photo
AFP Photo

Halep vence e vai à final no Torneio de Shenzhen; Sharapova cai

Decisão será disputada pela número 1 d ranking e pela checa Katerina Siniakova

Estadao Conteudo

05 Janeiro 2018 | 10h10

Os torcedores chineses não terão a esperada final entre a número 1 do mundo, a romena Simona Halep, e a russa Maria Sharapova, ex-líder do ranking. Halep se garantiu na final do Torneio de Shenzhen com facilidade, mas Sharapova foi eliminada nesta sexta-feira, na competição preparatória para o Aberto da Austrália.

+ Serena Williams está fora da disputa do Aberto da Austrália

+ Após ser pego no doping, Bellucci mira recomeço nos Estados Unidos

Halep se garantiu na primeira decisão do ano ao superar a compatriota Irina-Camelia Begu por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4. A tenista número 1 do mundo fechou o set inicial sem ter o saque ameaçado e só encontrou dificuldades no segundo, quando perdeu o serviço por uma vez.

No entanto, em nenhum momento chegou a ter em risco a vitória, sacramentada após 1h28min de confronto no piso rápido de Shenzhen. Sua adversária na final será a checa Katerina Siniakova, atual campeã na competição chinesa.

Siniakova surpreendeu a badalada Maria Sharapova que, apesar da derrota, voltará a figurar no Top 50 do ranking na próxima semana, pela primeira vez desde que cumpriu suspensão por doping. Nesta sexta, a checa fez dura batalha, de quase duas horas de partida, para vencer a russa por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 3/6 e 6/3.

Tentando buscar sua melhor forma técnica, Sharapova teve dificuldades no saque. Foram cinco duplas faltas, o mesmo registrado pela rival. A checa, porém, cravou dez aces, contra apenas um da russa. A ex-número 1 do mundo acabou perdendo o saque por três vezes na partida, encaminhando a vitória da adversária.

Sharapova não entrava em quadra desde a metade de outubro. Ainda tentando se restabelecer no circuito, após punição de 15 meses por doping, a russa disputava em Shenzhen o primeiro torneio do ano. Sua principal meta neste início de ano é o Aberto da Austrália, que não disputa desde 2016, justamente quando teve detectado exame positivo, em Melbourne.

Mais conteúdo sobre:
tênis Simona Halep Maria Sharapova

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.