Nicolas Asfouri/AFP
Nicolas Asfouri/AFP

Halep vence, reencontra Ostapenko em Pequim e pode virar número 1

Romena não teve problemas para fazer 2 sets a 0 na russa Daria Kasatkina

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2017 | 14h42

A tenista romena Simona Halep terá mais uma chance nesta temporada de alcançar o topo do ranking pela primeira vez na carreira. A atual número dois do mundo desbancará a espanhola Garbiñe Muguruza se chegar à final do Torneio de Pequim, na China. Para tanto, terá que superar na semifinal a letão Jelena Ostapenko, sua algoz na final de Roland Garros.

 

Ostapenko foi a responsável por uma das maiores decepções de Halep no ano. Além de perder o título do Grand Slam, que seria o seu primeiro da carreira, a romena perdeu a chance de assumir a liderança do ranking. Ela teve outras duas chances para tanto, mas sofreu derrotas nas partidas decisivas.

+ Soares e Murray vencem de virada e avançam à final do Torneio de Tóquio

Em Pequim, terá sua quarta oportunidade. A chance surgiu nesta sexta-feira com a rápida vitória sobre a russa Daria Kasatkina por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, em apenas 1h09min. O triunfo teve sabor de vingança porque Halep fora eliminada pela rival no Torneio de Wuhan, também na China, na semana passada.

Revanches, por sinal, têm sido a marca da campanha da romena em Pequim. Antes de bater Kasatkina e do novo duelo contra Ostapenko, Halep superara a russa Maria Sharapova pela primeira vez no circuito, pelas oitavas. A famosa tenista havia sido a algoz da romena no US Open.

Agora Halep tentará manter a sequência de "vinganças" diante de Ostapenko, que é a nona cabeça de chave em Pequim. Nesta sexta-feira, a campeã de Roland Garros despachou a romena Sorana Cirstea por 2 a 0, com duplo 6/4.

A outra semifinal terá a checa Petra Kvitova e a francesa Caroline Garcia. Dona de dois títulos em Wimbledon, Kvitova eliminou a compatriota Barbora Strycova 6/3 e 6/4. Mais tarde, Garcia venceu a ucraniana Elina Svitolina, terceira cabeça de chave, por 6/7 (5/7), 7/5 e 7/6 (8/6). A francesa chegou a salvar um match point antes de sacramentar a vitória.

Mais conteúdo sobre:
Torneio de Pequim Simona Halep

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.