Henin celebra 'duas semanas emocionantes' na Austrália

Apesar de derrota na final para Serena, belga não esperava jogar tão bem depois de 18 meses afastada

AE, Agencia Estado

30 de janeiro de 2010 | 11h34

Apesar do vice-campeonato no Aberto da Austrália, a belga Justine Henin celebrou sua participação no primeiro Grand Slam após o fim de sua aposentadoria. "Foram duas semanas emocionantes. Nunca pensei que poderia viver isso novamente", declarou a ex-número 1 do mundo neste sábado.

Henin foi derrotada na decisão do primeiro grande torneio de 2010 pela americana Serena Williams, atual líder do ranking. Com o revés, a belga perdeu a chance de coroar o seu retorno com um título deste nível, como aconteceu com sua compatriota Kim Clijsters, campeão do US Open em 2009.

No entanto, Henin deixa Melbourne com um saldo positivo. Em seu caminho até a final, ela derrotou quatro cabeças de chave, incluindo a número cinco do mundo, a russa Elena Dementieva. Na decisão, a belga ainda mostrou boa reação no segundo set e deu trabalho à Serena na última parcial.

"Gostaria de parabenizar Serena. Ela é uma verdadeira campeã", afirmou, ao reconhecer a boa fase vivida pela rival. "Ela estava pressionada, mas sacou de forma incrível neste jogo. Jogou bem nos momentos mais importantes e mereceu ganhar esta partida".

Em relação ao seu preparo físico, Henin disse estar preparada para dar sequência à temporada. Foi apenas o segundo torneio disputado pela tenista desde sua aposentadoria, em maio de 2008. "Estou cansada, claro, especialmente agora depois da partida. Mas estou me sentindo bem", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.