Henin e Kuznetsova fazem a final do Torneio de Doha

Pouco menos de uma semana após conquistar o WTA de Dubai (Emirados Árabes Unidos), a belga Justine Henin, cabeça-de-chave número 1, garantiu a sua classificação à final do Torneio de Doha ao superar, de virada, nesta sexta-feira a sérvia Jelena Jankovic por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (7/5), 6/2 e 6/4. A competição disputada no Catar distribui US$ 1,340 milhão (cerca de R$ 2,8 milhões) e é disputada em piso rápido.Depois de passar por uma adversária difícil - Jankovic ocupa a décima posição no ranking da Associação das Tenistas Profissionais (WTA) -, Henin disse que ficou satisfeita com seu desempenho. "Preciso de partidas como esta para que meu jogo chegue ao nível que eu quero, portanto não me importo de ficar muito tempo na quadra", disse belga, que superou a sérvia nas três ocasiões em que se enfrentaram pelo circuito. Henin, que perdeu a liderança do ranking para a russa Maria Sharapova por não defender seu vice-campeonato no Aberto da Austrália - ela estava se separando do marido -, revelou que também sofreu com a areia levada pelo forte vento durante o jogo. "Uso lentes de contato e ficou complicado para mim com a areia entrando nos olhos."Na decisão, a número dois do mundo vai enfrentar a russa Svetlana Kuznetsova, que garantiu a vaga ao eliminar a eslovaca Daniela Hantuchova por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2. Essa é a segunda vez que Kuznetsova disputará o título da competição. Na primeira ocasião, ele perdeu a final de 2004 para a compatriota Anastasia Myskina.Caso o retrospecto seja mantido em confrontos entre as duas finalistas, Henin já pode comemorar o título. Em 14 jogos entre elas, a belga ganhou 13 vezes. A última partida, no entanto, aconteceu há mais de três anos - nas quartas-de-final do Grand Slam de Wimbledon, com vitória por duplo 6/2 de Henin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.