Henin vira embaixadora da Bélgica por Copa do Mundo

A Bélgica apresentou nesta quinta-feira a ex-tenista Justine Henin, que deixou as quadras no primeiro semestre deste ano, como embaixadora da candidatura do país, em conjunto com a Holanda, a sede da Copa do Mundo de 2018.Além dela, a ex-velocista Kim Gevaert, que ganhou a medalha de prata nos Jogos de Pequim no revezamento 4 x 100 metros, com a equipe belga, também fará parte da campanha. Kim se aposentou logo depois da Olimpíada, aos 30 anos. "Eu me sinto muito honrada por ter sido escolhida", disse Henin, de 26 anos, ex-número 1 do ranking mundial. Belgas e holandeses já dividiram a organização de um torneio, a Eurocopa de 2000. A Copa já foi dividida uma vez, em 2002, entre Japão e Coréia do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.