Hewitt arrasa italiano e enfrentará Baghdatis em Sydney

O australiano Lleyton Hewitt, ex-número 1 do mundo, mostrou mais uma vez que está bem preparado para a temporada deste ano. Nesta quarta-feira, ele mostrou um jogo que fez lembrar seus melhores momentos, e arrasou o italiano Andreas Seppi por 2 sets a 0, com 6/0 e 6/2, para avançar às quartas de final do ATP de Sydney.

AE, Agencia Estado

13 de janeiro de 2010 | 09h29

Hewitt, atualmente o 22º colocado no ranking mundial, precisou de apenas 55 minutos para superar o adversário, que ocupa a 49ª colocação. O australiano valeu-se sobretudo das devoluções de saque, vencendo a grande maioria dos pontos no serviço do rival.

Na próxima fase, já em busca de uma vaga na semifinal, o ex-número 1 terá pela frente o cipriota Marcos Baghdatis. O vice-campeão do Aberto da Austrália de 2006 chegou às quartas de final após vitória sobre o sérvio Viktor Troicki, por 2 a 0, com 7/5 e 6/3.

O checo Tomas Berdych, cabeça de chave 2 da competição, acabou sendo surpreendido pelo veterano australiano Peter Luczak, convidado da organização do torneio. O favorito perdeu por 2 sets a 1, com parciais de 1/6, 6/4 e 6/2. Nas quartas de final Luczak enfrentará o norte-americano Mardy Fish, que arrasou o russo Evgeny Korolev em 59 minutos, com 6/1 e 6/2.

Do outro lado da chave, o francês Richard Gasquet continua fazendo boa campanha, e derrotou o alemão Benjamin Becker por 2 a 0, com 6/4 e 7/6 (7/4). Ele enfrentará nas quartas de final o italiano Potito Starace, que se beneficiou da desistência do espanhol Daniel Gimeno-Traver.

O outro confronto das quartas de final será entre o francês Julien Benneteau, que bateu Taylor Dent por 2 a 1, com 6/3, 5/7 e 7/6 (7/2), e o argentino Leonardo Mayer, que venceu o duelo com o uruguaio Pablo Cuevas com 6/4 e 6/2.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisSydneyLleyton Hewitt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.