Albert Gea/ Reuters
Albert Gea/ Reuters

Hewitt critica Piqué por mudanças na Davis: 'Não sabe nada de tênis'

Zagueiro do Barcelona faz o parte do grupo de investimento envolvido nas alterações na competição

Redação, Estadao Conteudo

29 de janeiro de 2019 | 13h25

Ex-tenista e hoje capitão da equipe da Austrália, Lleyton Hewitt não escondeu sua insatisfação com o novo formato da Copa Davis, adotado a partir desta temporada. Ele chamou a nova configuração do tradicional torneio de "ridícula", nesta terça-feira, e atacou Gerard Piqué, ex-zagueiro do Barcelona, cujo grupo de investimento Kosmos está envolvido diretamente nas alterações na competição.

"Agora estamos sendo comandados por um jogador do futebol espanhol, que é como eu sair por aí e pedir para mudar as coisas na Liga dos Campeões. Ele não sabe nada sobre tênis", atacou Hewitt, reclamando das profundas alterações em um torneio que tem 119 anos de história.

Capitaneada por Hewitt, a Austrália encara a Bósnia-Herzegovina a partir de sexta-feira, em Adelaide, com o vencedor da série avançando para a fase final da Copa Davis, que será disputada por 18 equipes, em novembro, em Madri.

Anteriormente, a Davis era realizada em diversas fases durante a temporada, sempre com as séries sendo disputadas no país de uma das equipes. A mudança foi realizada para concentrar a competição em um período curto diante do congestionado calendário do tênis mundial.

Essa alteração radical se deu após a Federação Internacional de Tênis assinar um milionário contrato de 25 anos com o Kosmos. "Eu não concordo com isso. Eu acho que ter as finais em uma sede fixa é ridículo. Eu pessoalmente não acho que todos os melhores jogadores vão jogar. Nós vamos esperar e ver", acrescentou Hewitt, campeão da Davis em 1999 e 2003.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.