Hewitt e Agassi ameaçam Guga

Gustavo Kuerten chega nesta terça-feira a Sydney, na Austrália, com boas chances de manter a condição de tenista número 1 do mundo, apesar das sérias ameaças do australiano Lleyton Hewitt e do norte-americano Andre Agassi. Tudo vai depender de sua campanha no Master Cup, que começa dia 12, com oito dos melhores tenistas da temporada de 2001. Segundo as listas de classificações da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) desta semana, o brasileiro tem uma vantagem de 48 pontos sobre o vice-líder na corrida, Hewitt, e 390 no ranking mundial, também sobre o tenista australiano. Agora, a corrida dos campeões ganha importância para definir o número 1 do mundo da temporada de 2001. A diferença entre as duas listas vai permanecer por mais alguns dias, pois o calendário deste ano está com duas semanas a menos do que em 2000. Mas seria, certamente, preciocismo esperar por 15 dias para apontar-se o número 1. Como não haverá mais competições importantes, que possam alterar as posições dos líderes do ranking, ao fim do Master Cup de Sydney, dia 18, já será coroado o rei da temporada. Guga pode muito bem manter a coroa. No Master Cup terá condições de acumular até 150 pontos na corrida, ou 750 no ranking mundial, se for o campeão invicto. Este torneio é dividido em dois grupos de quatro tenistas. Na primeira fase - round robin - cada vitória equivale a 20 pontos (100 no mundial), uma vitória nas semifinais soma outros 40 pontos (200) e a vitória na final mais 50 (250) pontos. No ano passado, Guga foi o campeão, em Lisboa, só que não invicto, pois na primeira rodada perdeu para Andre Agassi e, coincidentemente, reencontrou-se com este adversário na decisão do título para vencê-lo por 6/4, 6/4 e 6/4. O brasileiro somou 650 pontos no ranking mundial, que terá de descontar no dia 28 de novembro. A lista desta semana da corrida dos campeões já definiu oficialmente os oito classificados para o Master Cup. A última vaga ficou para o francês Sebastien Grosjean, que só garantiu seu lugar em Sydney, com o título do Master Cup de Paris ao vencer o russo Yevgeny Kafelnikov por 3 sets a 1. O alemão Tommy Haas, que perdeu a briga para Grosjean, vai mesmo assim para Sydney, como reserva, podendo entrar no torneio no caso de algum jogador se contundir ainda na primeira fase, round robin. Os oito classificados são Gustavo Kuerten, Lleyton Hewitt, Andre Agassi, Juan Carlos Ferrero, Yevgeny Kafelnikov, Patrick Rafter, Sebastien Grosjean e Goran Ivanisevic, que ganhou o direito de disputar o Mundial ao tornar-se campeão de um Grand Slam, em Wimbledon, e manter-se entre os 20 primeiros do ranking mundial. O sorteio da chave do Master Cup de Sydney será antecipado este ano para quarta-feira. Guga e Hewitt serão designados como cabeças-de-chave números 1 e 2, respectivamente. E depois entram em sorteio Agassi e Ferrero; Kafelnikov e Rafter; e Grosjean e Ivanisevic.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.