Hewitt é campeão do Masters Cup

O tenista australiano Lleyton Hewitt coroou sua fantástica ascensão o topo do ranking mundial ao vencer a Copa do Mundo de Tênis, último torneio da temporada, derrotando o francês Sebastien Grosjean, sétimo do ranking, por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/3 e 6/5. Depois de demolir Grosjean em apenas 1h55, Hewitt comemorou seu sexto título do ano. O jogador recebeu um prêmio de US$ 1,52 milhão pela conquista, conseguida de foram invicta. Após perder o primeiro set do primeiro jogo contra Grosjean, na última segunda-feira, durante a fase de qualificação, Hewitt não perdeu mais nenhum e colecionou vitórias contra Agassi, Rafter e contra o espanhol Juan Carlos Ferrero, quarto do mundo, na semifinal. Durante o jogo de hoje, Hewitt jamais ficou arriscado a perder a partida, mesmo tendo que passar a noite cuidando de uma contusão no braço esquerdo, adquirida no jogo contra Agassi e agravada depois, contra Rafter. O australiano de 20 anos tornou-se, com a conquista, o jogador mais jovem da história a terminar o ano como número um do ranking. Antes dele, Jimmy Connors tinha 22 quando encerrou a temporada de 1974 no primeiro posto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.