Hewitt e Grosjean decidem Masters Cup

Longe de mostrarem um estilo de saque e voleio - muito comum em quadras de carpete, como a de Sydney -, o novo número 1 do mundo, Lleyton Hewitt e o surpreendente Sebastien Grosjean decidem neste domingo, o título do Masters Cup. Curiosamente, estes dois tenistas já se enfrentaram na primeira rodada do round robin, com vitória de 2 sets a 1 do australiano e, se a tradição prevalecer, o francês poderia comemorar o título. Diversas vezes em que um perdedor de primeira rodada voltou a enfrentar o mesmo adversário na final, acabou levantando o troféu. Isso aconteceu com Gustavo Kuerten, no ano passado (perdeu de Andre Agassi na primeira rodada e o venceu na decisão), com Pete Sampras, no ano anterior, também com Agassi, assim como em várias outras ocasiões.Além de mostrarem um estilo de fundo de quadra, Hewitt e Grosjean fazem parte do grupo dos baixinhos do tênis. Embora a ficha da ATP indique 1,79 metro para o australiano e 1,75 metro para Grosjean, ambos estão, com certeza, alguns centímetros abaixo disso. Esta característica pode inclusive apontar uma nova tendência, mesmo para superfícies mais rápidas, como a de Sydney.Nas semifinais deste sábado, Grosjean mostrou que também é "invocado". No 2 a 2 do primeiro set, Yevgeny Kafelnikov tentou acertar uma bola no seu peito. Rápido, abaixou-se a tempo de fugir do tiro e ganhou o ponto, com a bolinha saindo longe. A partir deste ponto, lutou com unhas e dentes para dominar o jogo e vencer por 6/4 e 6/2.Enquanto isso, Hewitt continuou fazendo seu show. Com a torcida gritando "vamos número 1", ganhou do espanhol Juan Carlos Ferrero por 6/4 e 6/3, mas reclamou muito de uma contusão na coxa. Antes da partida, dizem, que chegou até a sugerir que não iria jogar.Muito está em jogo neste Masters Cup. Por isso, Hewitt certamente não iria deixar de brigar por uma vaga na final. Aliás, ele é o único invicto e, por isso, pode levar o prêmio total de campeão de US$ 1,520 milhão. Uma vitória neste domingo vale um prêmio de US$ 700 mil. No Masters Cup, os prêmios são acumulativos. Cada jogar ganh US$ 90 mil pela participação, outros US$ 120 mil por cada vitória no round robin, mais US$ 370 mil por vencer nas semifinais e US$ 700 mil na final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.