Eduardo Munoz/Reuters
Eduardo Munoz/Reuters

Aberto dos EUA: Hingis e Mirza conquistam o título de duplas

Elas conseguiram semana perfeita em Nova York

REUTERS

13 de setembro de 2015 | 16h04

A suíça Martina Hingis voltou a mostrar todo o seu talento nas quadras de Flushing Meadows, em Nova York. Ao lado da indiana Sania Mirza, a tenista, que já ocupou o posto de número 1 do mundo no ranking da WTA, venceu neste domingo Casey Dellacqua e Yaroslava Shvedova por 2 sets a 0, com duplo 6/3, conquistando assim o título de duplas no US Open, completando uma semana perfeita nos Estados Unidos.

A suíça e sua parceira levaram o torneio de duplas sem ceder um único set para as adversárias. As duas chegaram ao segundo título consecutivo de Grand Slam depois da vitória em Wimbledon, em julho.

Dois dias depois de levantar o troféu de duplas mistas com Leander Paes, a suíça Martina Hingis conquistou seu 20º Grand Slam da carreira ao triunfar neste domingo no torneio de duplas femininas. Desde o início da parceria, em março, elas chegaram à final de seis dos 12 torneios que disputaram, conquistando cinco títulos (Indian Wells, Miami, Wimbledon, Charleston e US Open).

"Sempre mostramos um ótimo entrosamento e nossos jogos se completam perfeitamente. Isso é um bônus para minha carreira", festejou a suíça de 35 anos.

Hingis soma agora cinco títulos de simples em Grand Slams, o tricampeonato no Aberto da Austrália (1997, 1998 e 1999), os triunfos em Wimbledon e no US Open, ambos em 1997, a melhor temporada da sua carreira, quando tinha apenas 17 anos.

A tenista da Suíça chegou a se aposentar duas vezes do tênis. A primeira vez em 2003, por conta de repetidas lesões, e a segunda em 2007, depois de um breve retorno de dois anos, por ter sido flagrado num exame antidoping.

Hingis voltou a competir em 2013, atuando apenas em torneios de duplas, em que soma 15 títulos em Grand Slams, 11 no feminino e quatro nas mistas, os três últimos com o indiano Leander Paes.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISUSOPENDUPLAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.