Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Clive Brunskill/AFP
Clive Brunskill/AFP

Isner atropela promessa sul-coreana e é o primeiro semifinalista em Miami

Norte-americano avança com vitória por 2 sets a 0 sobre Hyeon Chung

Estadão Conteúdo

28 de março de 2018 | 18h06

Uma das sensações do circuito da ATP na atualidade, o sul-coreano Hyeon Chung não resistiu ao potente saque do norte-americano John Isner nesta quarta-feira. Nas quartas de final do Masters 1000 de Miami, o tenista da casa abusou de sua principal qualidade para atropelar o rival de 21 anos e vencer por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4.

+ Ostapenko bate Svitolina e vai à semifinal do Torneio de Miami

Foram 13 aces para o norte-americano, 14.º cabeça de chave e bem mais experiente que o rival, aos 32 anos. Com isso, ele devolveu a derrota sofrida para Chung no último confronto entre eles, em Auckland, este ano. No retrospecto geral, porém, Isner leva vantagem: 3 a 1.

Número 17 do mundo, o norte-americano faz grande campanha em Miami e já eliminou o terceiro colocado do ranking, Marin Cilic. Por outro lado, Chung desponta para o tênis nesta temporada. Atual número 23 do ranking, ele ganhou destaque no Aberto da Austrália, quando chegou às semifinais.

Se a expectativa era de um duelo equilibrado nesta quarta, Isner fez questão de torná-lo fácil. Vencendo 97% dos pontos em que acertou o primeiro serviço, ele não deu chances para Chung e ainda aproveitou três dos sete break points que teve para fechar o duelo.

Assim, Isner é o primeiro semifinalista do Masters 1000 de Miami. Agora, ele espera para conhecer seu adversário, que será o argentino Juan Martín Del Potro ou o canadense Milos Raonic, que se enfrentam ainda nesta quarta. Do outro lado da chave, as quartas de final têm: Alexander Zverev x Borna Coric e Pablo Carreño Busta x Kevin Anderson.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisJohn IsnerHyeon Chung

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.