Isner e Clement derrubam favoritos e decidem Auckland

O norte-americano John Isner e o francês Arnaud Clement farão uma final surpreendente no ATP de Auckland, na Nova Zelândia. Os dois entraram na competição sem muito alarde e passaram por cabeças de chave nas semifinais para chegar à decisão do título.

AE, Agencia Estado

15 de janeiro de 2010 | 09h54

Para chegar à segunda final da carreira, Isner usou a tática de sempre: apostou no poderoso saque contra o espanhol Albert Montañes, cabeça de chave número 8 da competição. A estratégia deu certo e o gigante venceu em dois sets, com parciais de 6/2 e 7/6 (7/5), com direito a 14 aces.

Clement, por sua vez, teve de superar o alemão Phillip Kohlschreiber, campeão do torneio em 2008. O francês, de 32 anos, jogou como no auge de sua carreira e venceu em dois sets, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/2), sem ceder um único break point ao rival.

Além de surpreendente, a decisão entre Isner e Clement será interessante por uma série de motivos. A começar pela diferença de altura de ambos - o francês, com 1,72m, é um dos tenistas mais baixos do circuito e enfrentará um rival de 2,06 metros.

Outro fator interessante é que ambos vivem momentos muito distintos na carreira. Enquanto Isner, aos 24 anos, busca firmar-se no circuito, Clement, de 32, já começa a pensar na sua aposentadoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.