Matthew Stockman/AFP
Matthew Stockman/AFP

Flavia Pennetta conquista US Open e anuncia aposentadoria

Tenista dá adeus às quadras minutos após ganhar a final italiana

Lucca Rebelato, O Estado de S. Paulo

12 de setembro de 2015 | 18h15

A tenista italiana Flavia Pennetta, número 26 do mundo, conquistou neste sábado, 12, o primeiro torneio de Grand Slam de sua carreira ao vencer o US Open. Na final, a atleta derrotou a compatriota e amiga de infância Roberta Vinci, 43ª no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 e 6/2. Após se tornar a jogadora mais velha a ganhar pela primeira vez um Grand Slam, ela surpreendeu e anunciou a aposentadoria.

"Queria dizer adeus ao tênis", revelou Pennetta, logo após conquistar o título, surpreendendo o público que lotou o Arthur Ashe Stadium e se empolgou com o desempenho da italiana, apesar da ausência da norte-americana Serena Willians na final. "A decisão estava tomada algumas semanas e não poderia haver melhor momento para isso. Não estou triste, estou muito feliz com tudo", continuou, emocionada. “Não esperava chegar até aqui. As coisas foram acontecendo e terminam de uma maneira fantástica."

A italiana abandona o esporte no melhor momento da carreira. No ranking da WTA que será divulgado na segunda-feira, Pennetta vai alcançar a posição mais alta até então, o 8º lugar. Antes da conquista do Aberto dos Estados Unidos, ela figurou na 10ª posição, em 2009.

Em uma final entre duas italianas, inédita na história dos Grand Slams, Pennetta conseguiu apenas o segundo título da história do tênis feminino da Itália em um dos quatro maiores torneios da temporada. Em 2010, Francesca Schiavone foi a campeã em Roland Garros.

Pennetta chegou à final após bater a número 2 do mundo, Simona Halep, da Romênia, nas semifinais. Nas quartas, a italiana bateu a quinta melhor colocada no ranking da ATP, a tcheca Petra Kvitova. Mais impressionante, Roberta Vinci eliminou nas semifinais a número 1 do mundo Serena Williams, que jogava em casa para vencer seu quarto Grand Slam no ano.

FINAL MASCULINA

Neste domingo, 13, ocorre a final masculina do US Open. O sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, e o suíço Roger Federer, 2º no ranking, se enfrentam em Nova York para decidir o último Grand Slam da temporada.


Tudo o que sabemos sobre:
TênisUS OpenFlavia Pennetta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.