Ivanovic bate Kuznetzova e conquista título em Indian Wells

Tenista sérvia derrota russa por 2 sets a 0 (6/4 e 6/3) e ratificou rótulo de favorita no torneio

Chiquinho Leite Moreira, O Estado de S. Paulo

23 de março de 2008 | 18h29

De exuberante beleza e invejável talento, a sérvia Ana Ivanovic precisava de um título importante para confirmar sua condição de uma das melhores tenistas do mundo. Depois dos vice-campeonatos na Austrália - em janeiro deste ano ao perder para Maria Sharapova - e em Roland Garros - ano passado, ao cair diante de Justine Henin - enfim comprovou toda sua força ao ser coroada campeã do torneio de Indian Wells neste domingo. Venceu na final a russa Svetlana Kuznetsova por 6/4 e 6/3 e ratificou seu favoritismo na competição.  Veja também: Djokovic espanta a 'zebra' Fish e é campeão em Indian Wells O triunfo garantiu à sérvia um cheque de US$ 332 mil (cerca de R$ 660 mil) e, como disse em seu discurso após o jogo, o mais importante foi comemorar ao lado da mãe Dragona e do pai, Miroslav, que nem sempre puderam estar próximos da jogadora em seus momentos de formação.  Aos 20 anos, Ana Ivanovic já ganhou cinco títulos do WTA em sua carreira, mas nenhum com o mesmo significado de Indian Wells. Por isso, estava eufórica após a partida. Comemorou o ponto final com um gritinho emocionado, com os punhos cerrados e não deixou de revelar sua personalidade marcante.  Ao agradecer o apoio da torcida sérvia em Indian Wells aproveitou para uma espécie de puxão de orelhas aos mais entusiasmados. "Foi incrível contar com o apoio da torcida de meu país durante todos estes dias. Mas aproveito para pedir desculpas ao exagero de alguns com muito barulho durante a disputa dos pontos."  A identificação de Ana Ivanovic com a Sérvia é marcante. Enquanto vários esportistas deixaram o país para buscar melhor ambiente na formação profissional, ela preferiu ficar em Belgrado. Em 1999, quando forças da OTAN bombardearam sua cidade, Ivanovic disse que, por isso, só podia treinar pela manhã e durante o inverno usava o fundo de uma piscina vazia para bater bola, por absoluta falta de estrutura para treinar. Hoje, milionária e famosa, vive na Basiléia, Suíça, e seus país que pouco podiam acompanhá-la, agora começam a viajar ao seu lado.  Ana Ivanovic é uma das mais festejadas tenistas do circuito. Tem sites com fotos sensuais, participa de diversas campanhas publicitárias, mas não queria ser apenas lembrada pelo seu sucesso fora das quadras. Lutou para também brilhar com a raquete na mão, como fez nesta semana em Indian Wells. "Acho que tive uma semana fantástica. Svetlana [Kuznetsova] fez uma bela final e merece todos os elogios, mas eu estive muito confiante."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.