Alastair Grant/AP
Alastair Grant/AP

Já eliminados, Tomic e Medvedev são multados em Wimbledon

Atitude dos tenistas foram consideradas inadequadas pela direção do Grand Slam

Estadao Conteudo

06 de julho de 2017 | 18h50

Já eliminados em Wimbledon, o australiano Bernard Tomic e o russo Daniil Medvedev foram multados pela organização do Grand Slam britânico nesta quinta-feira. A atitude dos dois tenistas, dentro e fora de quadra, foram consideradas inadequadas pela direção da competição.

Tomic, 59º do ranking, foi quem sofreu a maior punição. Além da multa de 12 mil libras (cerca de R$ 51 mil), que será descontada da sua premiação de 35 mil libras, o tenista de 24 anos perdeu patrocínio da Head, de equipamentos de tênis. A fornecedora de raquetes fez o anúncio logo depois da multa divulgada por Wimbledon.

Tomic, que costuma virar notícia por episódios extraquadra, cometeu a infração, na avaliação do torneio, em sua entrevista coletiva, após ser eliminado pelo alemão Mischa Zverev, na rodada de abertura. O australiano afirmou que estava desanimado no circuito, há pelo menos dois anos, e, por "se sentir entediado" naquela partida, pediu atendimento médico em quadra.

Daniil Medvedev, 49º do mundo, foi multado por ter desrespeitado a juíza portuguesa Mariana Alves. Insatisfeito com o desempenho da arbitragem no duelo contra o belga Ruben Bemelmans, pela segunda rodada, o tenista de apenas 21 anos jogou moedas sobre o gramado, em direção a Alves.

Horas depois, o atleta russo pediu desculpas em anúncio público, se dizendo arrependido pelo ato. Mas não escapou da multa de 11 mil libras (cerca de R$ 47 mil), que será descontada da sua premiação de 57 mil libras (R$ 243 mil).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.