Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Matthew Stckman/AFP Photo
Matthew Stckman/AFP Photo

Japonesa Osaka arrasa russa, fatura Torneio de Indian Wells e ganha seu 1º título

Tenista levou a melhor sobre Daria Kasatkina por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2

Estadão Conteúdo

18 de março de 2018 | 18h02

Em uma decisão que reuniu duas grandes surpresas de apenas 20 anos de idade em quadra nos Estados Unidos, a japonesa Naomi Osaka arrasou a russa Daria Kasatkina por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, neste domingo, e conquistou o Torneio de Indian Wells.

+ Leia mais notícias sobre tênis

+ Del Potro atropela Raonic e enfrentará Federer na final em Indian Wells

Foi o primeiro título obtido pela tenista do Japão no circuito profissional da WTA, coroando uma campanha na qual desbancou o favoritismo de uma série de adversárias de peso: a russa Maria Sharapova (duas vezes campeã de Indian Wells), a checa Karolina Pliskova (quinta colocada do ranking mundial) e Simona Halep (a número 1 do mundo).

Com o triunfo expressivo em uma das principais competições da temporada, Osaka deverá subir da 44ª para a 22ª posição do ranking da WTA nesta segunda-feira, quando a listagem voltará a ser atualizada.

Neste domingo, Osaka precisou de apenas 70 minutos para superar Kasaktina, a atual 19ª tenista do mundo, que também chegou à final passando por outras favoritas em sua campanha, entre elas a norte-americana Venus Williams nas semifinais.

Sloane Stephens, outra tenista da casa e atual campeã do US Open, a dinamarquesa Caroline Wozniacki (vice-líder do ranking) e a alemã Angelique Kerber (a 10ª da WTA) foram outras que caíram diante de Kasaktina em Indian Wells.

Na decisão deste domingo, Osaka teve o seu saque quebrado por apenas uma vez na partida e aproveitou quatro de sete chances de ganhar games no serviço da adversária para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.