Joana Cortez continua saga na Europa

Enquanto os melhores do mundo estão - ou estiveram - em Paris, a brasileira Joana Cortez segue jogando pela Europa Central. Depois de passar por Mostar, na Bósnia-Herzegovina, Joana pegou um ônibus até Zagreb, na Croácia. Depois encarou um trem até Budapeste, na Hungria, onde passou os últimos dias treinando com a amiga húngara Katalin Marosi-Aracama. Nesta quinta-feira, Joana e Marosi-Aracama seguem de carro até Viena, na Áustria, em um trecho que leva cerca de 2h30, para disputar o Wien Energie Grand Prix, torneio da WTA que tem premiação de US$ 170 mil. Joana está inscrita no qualifying da competição e joga sábado. Em duplas ela vai repetir a parceria com Vanessa Menga, com quem conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg/99. "Toda essa viagem foi cansativa, mas consegui aproveitar bem os últimos dias para treinar. Tenho dois dias para dar uma descansada e entrar forte no qualy de Viena?. A tenista se diz segura para seguir adiante nos torneios. ?Peguei boas colocações nos últimos torneios que disputei e isso me deixa mais confiante, embora em Viena a competição seja bem mais forte, com tenistas top 100", disse Joana, que é a segundo melhor do Brasil e 261ª do ranking. Vanessa Menga é a quarta melhor do País e 388ª do mundo. Depois de Viena Joana segue pelo circuito europeu de saibro competindo em Gorizia e Fontanafredda, na Itália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.