Jorge Guerrero/AFP
Jorge Guerrero/AFP

Jovem britânico surpreende e empata duelo com a Espanha na Davis

Cameron Norrie supera Roberto Batista-Agut por 3 sets a 2

Estadão Conteúdo

02 de fevereiro de 2018 | 19h58

O confronto entre Espanha e Grã-Bretanha, pela primeira rodada da Copa Davis, reservou uma zebra das grandes nesta sexta-feira, quando o jovem britânico Cameron Norrie conseguiu uma vitória surpreendente de virada sobre o espanhol Roberto Batista-Agut por 3 sets a 2 - com parciais de 4/6, 3/6, 6/3, 6/2 e 6/2. A vitória é ainda mais valorizado já que a partida foi realizada na Espanha.

+ Aos 40 anos, André Sá anuncia que se aposentará após torneios no Brasil 

Cameron Norrie, que jogou apenas pela quinta vez no saibro em sua carreira, é o número 114 do ranking da ATP, enquanto que Roberto Batista-Agut ocupa a 23.ª posição. Com a vitória, a Grã-Bretanha, que não conta com seus principais tenistas Andy Murray e Kyle Edmund, empata o confronto em 1 a 1, já que Liam Broady foi derrotado pelo espanhol Albert Ramos no primeiro duelo por 3 sets a 0 - parciais de 6/3, 6/4 e 7/6 (8/6).

Assim, quem vencer a partida de duplas, neste sábado, fica a uma vitória de avançar na Copa Davis. Os espanhóis Feliciano Lopez e Pablo Carreño Busta estão escalados para enfrentar os britânicos Dominic Inglot e Jamie Murray.

AUSTRÁLIA X ALEMANHA

 Alexandre Zverev e Nick Kyrgios, os dois principais tenistas no confronto entre Alemanha e Austrália, confirmaram o favoritismo nas quadras de piso duro da Austrália. O alemão Zverev, quinto do ranking e o mais bem colocado entre todos os tenistas que disputam a Copa Davis, abriu o duelo com uma vitória suada sobre o jovem Alex de Minaur - com parciais de 7/5, 4/6, 4/6, 6/3 e 7/6 (7/4).

Com o apoio da torcida, Nick Kyrgios, 14.º do mundo, não teve dificuldade para derrotar Jan-Lennard Struff com um triplo 6/4 e empatar o confronto em 1 a 1. O australiano não perdeu um game de serviço sequer.

FRANÇA X HOLANDA

 Atual campeã, a França saiu perdendo o duelo contra a Holanda, mas conseguiu empatar o confronto com boa atuação de Richard Gasquet, o mais experiente dos tenistas franceses. Em casa, o país sofreu com lesões inesperadas - Lucas Pouille machucou o pescoço antes de entrar em quadra e foi substituído - e perdeu a primeira partida com Adrian Mannarino, que foi derrotado por Thiemo de Bakker por 7/6 (7/4), 6/3 e 6/3. Mais tarde, Gasquet igualou o confronto ao vencer Robin Haase por 3 sets a 1 - com parciais de 6/4, 7/6 (9/7), 3/6 e 7/5.

No quarto jogo da série, neste domingo, que pode ser decisivo, a França espera poder contar com Lucas Pouille ou Jo-Wilfried Tsonga, que também desfalcou a equipe por lesão. Antes, neste sábado, acontece o jogo de duplas, que colocará alguém mais perto da classificação.

JAPÃO X ITÁLIA

Mesmo sem contar com a sua principal estrela, Kei Nishikori, que optou por retornar às quadras apenas em torneios da série Challenger, o Japão, jogando em casa, saiu perdendo para a Itália, mas buscou o empate graças a Yuiuchi Sugita, que superou Andreas Seppi por 3 sets a 2 - com parciais de 4/6, 6/2, 6/4, 4/6 e 7/6 (7/1). Antes, Fabio Fognini havia aberto vantagem para os italianos ao vencer Taro Daniel também por 3 a 2 - parciais de 6/4, 3/6, 4/6, 6/3 e 6/2.

CROÁCIA X CANADÁ

Croácia e Canadá também fazem um duelo equilibrado e empatam em 1 a 1. O croata Borna Coric venceu Vasek Pospisil no primeiro jogo por 3 sets a 1 - com parciais de 6/3, 2/6, 3/6 e 2/6. Denis Shapovalov, no entanto, derrotou Viktor Galovic por 3 a 0 na segunda partida - parciais de 6/4, 6/4 e 6/2 - e deixou tudo igual.

CASAQUISTÃO X SUÍÇA 

No Casaquistão, os donos da casa abriram 2 a 0 sobre a Suíça e estão perto de confirmar a classificação à próxima fase da Copa Davis. Dmitry Popko e Mikhail Kukushkin venceram as suas partidas contra Henri Laaksonen e Adrian Bodmer, ambas por 3 sets a 1 e podem fechar a série já neste sábado no jogo de duplas. Popko venceu com parciais de 6/2, 7/6 (9/7), 3/6 e 7/5; e Kukushkin conquistou a vitória de virada, com parciais de 3/6, 6/3, 6/2 e 6/3.

SÉRVIA X ESTADOS UNIDOS

Os Estados Unidos também estão perto de conseguir avançar no torneio. Jogando na casa do adversário, os norte-americanos não se intimidaram e abriram 2 a 0 sobre a Sérvia com as vitórias de Sam Querrey e John Isner. O primeiro, atual 12.º colocado do ranking, venceu Laslo Djere por 7/6 (7/4), 2,6, 5/7 e 4/6; e o segundo, 18.º do mundo, derrotou Dusan Lajovic por 3 sets a 2 - com parciais de 6/4, 6/7, 6/3, 3/6 e 7/6 (7/4).

BÉLGICA X HUNGRIA 

Finalistas da Copa Davis no ano passado, os belgas começaram bem a competição em casa e abriram 2 a 0 sobre a Hungria. Ruben Bemelmans superou Marton Fucsovics por 6/4, 4/6, 7/6 (7/5) e 6/3; e, mais tarde, o ídolo local David Goffin fez 6/4, 6/4 e 6/0 contra o 227.º colocado Attila Balazs para ampliar a vantagem.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa Davistênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.