TIm Wimborne/Reuters
TIm Wimborne/Reuters

Kei Nishikori não se recupera de lesão e desiste do Aberto da Austrália

Japonês desiste de participar de competição, que pode ter ainda a ausência do sérvio Novak Djokovic

Estadão Conteúdo

03 Janeiro 2018 | 21h22

O Aberto da Austrália terá uma importante ausência para a edição de 2018. Nesta quarta-feira, o agente do japonês Kei Nishikori, Olivier van Lindonk, comunicou que o tenista não se recuperou de uma contusão no pulso e está fora do torneio.

+ Leia as últimas de esportes

+ Marcelo Melo inicia temporada de olho em Grand Slam

Vice-campeão do US Open em 2014, Kei Nishikori não atua desde agosto devido à contusão no pulso. Esperava-se que o número 22 do mundo pudesse disputar o primeiro Grand Slam da temporada, que começa no próximo dia 15, mas o seu agente encerrou as esperanças nesta quarta-feira.

Kei Nishikori, contudo, não é o único que corre o risco de perder a competição. Ex-número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic se recupera de um problema no cotovelo direito e até disputará dois torneios de exibição na próxima semana, mas ainda não confirmou presença no Aberto da Austrália.

Outro ex-número 1 do mundo que tem enfrentado problemas é o britânico Andy Murray. Devido a um problema no quadril, que o mantém afastado das quadras desde julho, ele já admite que pode passar por uma cirurgia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.