Tony McDonough/EFE
Tony McDonough/EFE

Kerber e Zverev ganham e Muguruza perde na Copa Hopman

Tenistas alemães derrotaram franceses Alize Cornet e Lucas Pouille, ambos por 2 sets a 1

Redação, Estadão Conteúdo

02 Janeiro 2019 | 13h34

A rodada desta quarta-feira na Copa Hopman foi marcada por boas vitórias dos alemães Angelique Kerber e Alexander Zverev contra a França e por revezes da espanhola Garbiñe Muguruza em duelo contra a anfitriã Austrália, pela fase de grupos da competição disputada em Perth.

Kerber abriu o confronto entre Alemanha e França ao vencer Alize Cornet por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/2 e 6/4. Na sequência, Zverev superou Lucas Pouille por 6/3, 6/7 (8/10) e 6/2. Em seguida, o duelo de duplas mistas fechou o confronto, com triunfo dos franceses sobre os alemães pelo placar de 4/3 (6/4) e 4/3 (5/3).

Com o triunfo por 2 a 1 na série, a Alemanha garantiu a segunda vitória na competição entre equipes. Ainda invicta, ocupa a liderança do Grupo A, com ligeira vantagem sobre a Austrália. Os dois times ainda vão se enfrentar, na sexta, para decidir quem irá para a final.

Também nesta quarta, os australianos venceram seu segundo confronto na Copa Hopman. No primeiro jogo Ashley Barty superou Garbiñe Muguruza por 6/3 e 6/4. Na sequência, a Espanha empatou o duelo graças ao triunfo de David Ferrer sobre Matt Ebden por 7/6 (7/1) e 7/5. No desempate, nas duplas mistas, os anfitriões levaram a melhor ao vencerem Ferrer e Muguruza por 3/4 (5/3), 4/3 (5/3) e 4/3 (5/3).

Nesta quinta-feira, será a vez do Grupo B. A Grã-Bretanha vai duelar com os Estados Unidos, de Serena Williams. E a Suíça, de Roger Federer, terá pela frente a Grécia, de Stefanos Tsitsipas. Os suíços são os atuais campeões do torneio, que é reconhecido pela Federação Internacional de Tênis, mas não rende pontos nos rankings.

Por ser disputada em solo australiano, a Copa Hopman costuma ser utilizada pelos tenistas como preparação para o Aberto da Austrália. O primeiro Grand Slam da temporada terá início no dia 14, em Melbourne.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.