Crhstian Bruna/EFE
Crhstian Bruna/EFE

Kevin Anderson supera Nishikori e fica com o título no Torneio de Viena

Sul-africano triunfa em dois sets e quase 2h de jogo para levantar a quinta taça da carreira

Estadão Conteúdo

28 Outubro 2018 | 13h10

O sul-africano Kevin Anderson conquistou neste domingo o Torneio de Viena. O tenista número 8 do ranking, segundo cabeça de chave da competição, venceu na final o japonês Kei Nishikori por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/3), para faturar o troféu do ATP 500 austríaco.

Em um duelo de quase duas horas, Anderson disparou 13 aces na partida, contra apenas dois de Nishikori. O sul-africano criou sete oportunidades de quebra durante o jogo, seis delas no set inicial, e aproveitou uma dessas chances ainda no quarto game da partida.

A segunda parcial foi ainda mais acirrada. Com bons lances dos dois lados, nenhuma quebra foi cedida e o tie-break foi forçado. No desempate, Anderson foi firme no saque e conseguiu dois pontos importantes nas devoluções.

O histórico era favorável ao japonês, que venceu quatro dos seis jogos que fez contra o sul-africano anteriormente. Mas dessa vez, o número 8 do mundo conseguiu revanche em cima do rival.

Ex-número 4 do mundo e atual 11º colocado, Nishikori, por sua vez, tentava acabar com um duro jejum de títulos. Ele não leva a melhor desde fevereiro de 2016, em Memphis. De lá pra cá, já perdeu oito finais seguidas, três delas este ano.

O sul-africano iniciou o torneio na sétima posição da corrida para o ATP Finals, mas ultrapassou o croata Marin Cilic ao longo da semana. Anderson disputará o torneio pela primeira vez e se junta a Rafael Nadal, Novak Djokovic, Roger Federer, Alexander Zverev e Juan Martín del Potro.

Disputando sua 18ª final de ATP na carreira, Kevin Anderson conquistou seu quinto título na elite do circuito.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Kevin AndersonKei Nishikori

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.