Kournikova decepciona a torcida no Rio

O tão esperado duelo de beldades entre Anna Kournikova e Martina Hingis, na noite deste sábado, acabou frustrando a torcida no Desafio Petrobrás de Tênis Internacional, na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. A tenista russa, famosa pela beleza, charme e sensualidade, sentiu uma lesão na mão direita - uma bolha que começou a sangrar - e nem sequer conseguiu terminar a partida, dando a vitória para a suíça, ex-líder do ranking mundial, por 6/1 e 1/0 e desistência. O jogo começou com atraso, por causa da chuva. E logo no início da disputa, Martina Hingis deixou claro não só ser muito mais técnica, como também mostrou estar em melhor forma. Dominou a adversária, abriu vantagem de 4 a 0 e venceu a primeira série com facilidade. Antes mesmo de o primeiro set terminar, Kournikova já acusava problemas na mão. Recebeu atendimento médico e, enquanto fazia um curativo, Hingis, para não esfriar, começou a bater bola com um pegador e depois convidou a ex-tricampeã de Wimbledon e quatro vezes campeã do US Open, a brasileira Maria Esther Bueno. O público gostou da surpresa e passou a gritar o nome de ?Maria, Maria?, para a maior tenista latino-americana da história e que jamais havia recebido uma homenagem parecida, pois, em seu tempo, pouco jogou no Brasil, com tamanho público como o deste sábado. Sem sentir condições de continuar jogando, Kournikova pediu o microfone do juiz de cadeira, Adão Chagas, e pediu desculpas ao público, justificando sua atitude de desistir da partida. Antes do jogo, revelou momentos de simpatia ao pegar uma toalha e ajudar a equipe a enxugar a quadra. Para Hingis, o jogo no Rio serviu como parte de sua preparação para a volta ao circuito profissional. Fora dos torneios profissionais desde 2003, por causa de uma contusão no pé, a ex-número 1 do mundo decidiu retomar a carreira aos 25 anos, com esperanças de ainda alcançar resultados significativos. Hingis mostrou estar num bom nível técnico e estava dominando Kournikova com facilidade.

Agencia Estado,

11 de dezembro de 2005 | 09h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.