Danielle Parhizkaran / USA Today Sports
Danielle Parhizkaran / USA Today Sports

Kvitova e Kerber são eliminadas nas oitavas de final no US Open

Na chave masculina, Alexander Zverev confirmou o favoritismo e avançou para as quartas

Redação, Estadão Conteúdo

07 de setembro de 2020 | 00h38

Duas das principais cabeças de chave do US Open, a checa Petra Kvitova e a alemã Angelique Kerber se despediram do torneio americano neste domingo, em Nova York. As campeãs de Grand Slam foram eliminadas por rivais de ranking inferior, pelas oitavas de final. Na chave masculina, o alemão Alexander Zverev confirmou a vaga nas quartas de final.

Cotada para brigar pelo título, Kvitova fez duelo equilibrado contra a local Shelby Rogers, porém vacilou nos momentos mais decisivos do duelo e foi derrotada pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/5), 3/6 e 7/6 (8/6). Kvitova era a sexta cabeça de chave da competição.

Nas quartas de final, a tenista americana vai enfrentar a vencedora do duelo entre a japonesa Naomi Osaka, outra favorita ao título, e a estoniana Anett Kontaveit.

Também neste domingo, Angelique Kerber foi batida pela também americana Jennifer Brady (28ª cabeça de chave), por 6/1 e 6/4. Kerber era a 17ª pré-classificada da chave feminina. Brady vai encarar agora a casaque Yulia Putintseva (23ª), que avançou ao despachar a croata Petra Martic (8ª) por 6/3, 2/6 e 6/4.

No masculino, avançaram neste domingo o alemão Alexander Zverev, o croata Borna Coric e o canadense Denis Shapovalov. Zverev, quinto cabeça de chave, bateu com facilidade o espanhol Alejandro Davidovich Fokina por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/2 e 6/1.

O alemão vai encarar nas quartas de final Coric, algoz do grego Stefanos Tsitsipas e que neste domingo superou o australiano Jordan Thompson por 7/5, 6/1 e 6/3.

Shapovalov, por sua vez, superou o belga David Goffin por 3 a 1, com parciais de 6/7 (0/7), 6/3, 6/4 e 6/3. O próximo adversário do canadense será o espanhol Pablo Carreño Busta, que suou pouco para avançar neste domingo.

Carreño Busta foi beneficiado pela desclassificação do sérvio Novak Djokovic, num dos momentos mais marcantes deste US Open. O número 1 do mundo foi eliminado por ter acertado uma bolada, sem intenção, numa juíza de linha, antes do fim do primeiro set.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.