Kyrgios faz balanço positivo da temporada e vê aspecto positivo em punição

Ano do tenista australiano foi marcado altos e baixos

Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2016 | 16h07

O australiano Nick Kyrgios fez um balanço do seu ano e avaliou 2016 como um sucesso, embora tenha terminado a temporada suspenso pela Associação do Tenistas Profissionais (ATP) por causa do seu mau comportamento nas quadras. Mas até na pena recebida ele enxergou aspectos positivos.

Em uma entrevista para a Fox Sports da Austrália, nesta segunda-feira, Kyrgios, de 21 anos, afirmou que 2016 "teve um monte de altos e baixos", mas deve ser avaliado como um sucesso por ter subido da 30ª para a 13ª colocação no ranking mundial.

Kyrgios conquistou três títulos, sendo o principal deles do Torneio de Tóquio, um ATP 500, mas seus feitos foram ofuscados por discussões, declarações polêmicas e por uma atuação no Masters 1000 de Xangai em que atuou sem exibir qualquer vontade e perdeu pontos de propósito, o que inclusive provocou a sua suspensão por oito semanas do circuito mundial.

"Eu fiz muitas coisas divertidas", disse Kyrgios sobre 2016. "Consegui levar a Austrália de volta ao Grupo Mundial da Copa Davis, ganhei alguns títulos, por isso foi um ano bom". A suspensão de oito semanas de Kyrgios foi reduzida para três após ele aceitar passar por tratamento com um psicólogo, algo que ele avaliou como positivo.

"Eu tenho feito isso e na verdade tem sido bom", disse. "Relaxar um pouco, passar mais tempo com minha família e minha namorada. É uma forma de conseguir mais tempo livre com as pessoas que eu amo, e também tenho treinado. Então isso me ajudou para 2017, me deu tempo para pensar e analisar tudo o que tenho que melhorar".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.