Ladrões roubam troféus de Pete Sampras

O ex-tenista número um do mundo Pete Sampras teve a maioria de seus troféus e outros objetos de sua carreira roubados de um depósito em Los Angeles.

REUTERS

08 de dezembro de 2010 | 14h33

De acordo com o jornal Los Angeles Times, os ladrões levaram a maior parte dos 64 troféus de simples, as duas Copas Davis, uma medalha olímpica e seis taças de número um do mundo conquistadas pelo norte-americano entre 1993 e 1998.

Mas apenas um dos 14 troféus de Grand Slam conquistados por Sampras foi roubado.

"Tenho 13 dos 14 troféus do Grand Slam. Meu primeiro troféu do Aberto da Austrália (1994) se foi, e todo o resto também", disse o agora aposentado Sampras ao jornal.

O ex-tenista, de 39 anos, disse que seus prêmios estavam guardados em um depósito de Los Angeles. Ele só tomou conhecimento do roubo há três semanas.

"Perder essas coisas é como apagar a história do meu tênis", lamentou.

(Reportagem de Gene Cherry)

Tudo o que sabemos sobre:
TENISSAMPRASROUBADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.