Lapentti vence e é semifinalista no Brasil Open

Equatoriano enfrentou duelo difícil para continuar vivo na competição

EFE

16 de fevereiro de 2008 | 00h20

O veterano tenista equatoriano Nicolás Lapentti conseguiu vencer uma partida dramática de quase três horas de duração contra o jovem argentino Eduardo Schwank e se classificou para as semifinais do Brasil Open de tênis. No jogo mais disputado do torneio, Lapenti (112º da ATP) conseguiu se impor com parciais de 1-6, 6-4 e 7-6(4). Schwank, de 21 anos e 152º na classificação da ATP, esteve a ponto em vários lances de surpreender Lapentti, com um jogo consistente de alta resistência, mas no final o equatoriano venceu no tie-break. Lapentti enfrenta o vencedor do duelo entre os espanhóis Oscar Hernández e Carlos Moya. Schwank foi a surpresa do torneio ao resistir bravamente Lapentti e após eliminar o russo Igor Andreev, cabeça-de-chave número um do evento em dois sets, em sua estréia no quadro principal do campeonato, após ter vindo do classificatório.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasil Open

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.