Lesionado, Djokovic desiste do Aberto da China

O número um do mundo, Novak Djokovic, não disputará o Aberto da China na próxima semana, em Pequim, devido a uma lesão nas costas, disse o sérvio de 24 anos nesta quinta-feira.

REUTERS

29 de setembro de 2011 | 18h32

Djokovic, que conquistou os títulos do Aberto da Austrália, de Wimbledon e do Aberto dos EUA nesta temporada e tirou o espanhol Rafael Nadal da liderança do ranking, agravou a contusão no confronto da Sérvia contra a Argentina neste mês.

O estiramento que ele sentiu na vitória sobre Nadal na decisão do Aberto dos EUA tornou-se uma ruptura durante o jogo contra Juan Martin Del Potro. Djokovic abandonou a partida, e os argentinos avançaram para a final da Davis.

"Estou muito triste em anunciar que não vou participar do Aberto da China", disse ele em seu site (www.novakdjokovic.rs).

"Bati na bola algumas vezes para testar meu corpo e infelizmente ainda sinto dor", acrescentou o tenista, que ganhou 64 partidas nesta temporada.

(Reportagem de Zoran Milosavljevic)

Tudo o que sabemos sobre:
TENISDJOKOVICCHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.