Paul Miller/EFE
Paul Miller/EFE

Lesionado, Nadal passará por novos exames na Espanha

Espanhol deve fazer exame de ressonância magnética para detectar gravidade da contusão no joelho

AE-AP, Agencia Estado

27 de janeiro de 2010 | 11h25

Depois de deixar o Aberto da Austrália por causa de uma lesão no joelho direito, quando perdia o terceiro set para o britânico Andy Murray após ser derrotado nos dois primeiros, na última terça-feira, o espanhol Rafael Nadal será submetido a novos exames na Espanha para saber qual é a gravidade do problema.

O segundo colocado do ranking mundial vem sofrendo por causa de uma tendinite que também o deixou afastado por dois meses na temporada passada, quando acabou ficando fora do Torneio de Wimbledon, um dos quatro Grand Slams do ano.

"Nós não sabemos a gravidade da lesão, mas há algo acontecendo lá dentro (do joelho), algo que não existia antes", afirmou Toni Nadal, tio e treinador do tenista durante entrevista concedida em Melbourne. Ele ressaltou que seu sobrinho tomou a "decisão certa" ao desistir do duelo contra Murray.

Na Espanha, o tenista passará por um exame de ressonância magnética no joelho, que determinará a gravidade da contusão, mas Toni Nadal assegurou que exames preliminares garantiram que ela "não foi um problema grave".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.