Jason Szenes/EFE
Jason Szenes/EFE

Líder, Novak Djokovic amplia vantagem sobre Rafael Nadal na ATP

Sérvio se mantém na ponta, enquanto entre as mulheres, Petra Kvitova vira número 2

Redação, Estadão Conteúdo

29 de abril de 2019 | 11h58

Beneficiado por uma nova eliminação de Rafael Nadal, que pela segunda semana consecutiva perdeu em uma semifinal e não conseguiu defender todos os pontos de uma competição em que atuava como atual campeão, Novak Djokovic ampliou ainda mais a sua larga vantagem sobre o espanhol na liderança do ranking da ATP.

Na listagem que foi atualizada nesta segunda-feira pela Associação dos Tenistas Profissionais, o sérvio ostenta 3.395 pontos a mais do que o vice-líder. A diferença entre os dois já havia subido há uma semana, tendo em vista o fato de que Nadal foi superado pelo italiano Fabio Fognini quando atuou na luta por uma vaga na decisão do Masters 1000 de Montecarlo. No último sábado, o espanhol acabou sendo batido pelo austríaco Dominic Thiem na mesma fase do Torneio de Barcelona.

Thiem, por sua vez, se consolidou ainda mais na quinta posição do ranking ao faturar o título do ATP 500 espanhol no domingo, quando venceu na decisão o russo Daniil Medvedev por 2 sets a 0. Ele agora tem 5.085 pontos e abriu quase mil de vantagem sobre o sul-africano Kevin Anderson, que se manteve em sexto lugar, com 4.115.

E outra novidade relevante no Top 10 ocorrida nesta segunda-feira foi a queda do grego Stefanos Tsitsipas. Ele desceu da oitava para a décima colocação depois de ter sido eliminado nas oitavas de final em Barcelona, onde atuou como quinto cabeça de chave.

Essa queda do tenista da Grécia fez o argentino Juan Martín del Potro e o norte-americano John Isner subirem um posto cada e agora figurarem nas respectivas oitava e nona posições. Eles agora estão logo atrás do japonês Kei Nishikori, que seguiu em sétimo depois de ter avançado às semifinais em Barcelona.

Eliminado na estreia no torneio espanhol, Alexander Zverev permaneceu na terceira posição. O alemão não defendia pontos nesta edição do evento, mas desperdiçou boa oportunidade de abrir um pouco de vantagem sobre Roger Federer. Quarto colocado, o suíço tem chance de assumir o terceiro lugar nesta semana, dependendo do desempenho do jogador da Alemanha no Torneio de Munique. Cabeça de chave número 1 da competição realizada em seu país, ele estreará direto na segunda rodada e precisa chegar às semifinais para assegurar sua permanência à frente do recordista de títulos de Grand Slam.

Entre os brasileiros, Thiago Monteiro segue como número 1 do País e subiu da 112ª para a 111ª posição no geral nesta segunda-feira. Já Rogério Dutra Silva despencou 12 e caiu para a 175ª como outro único integrante do Brasil no Top 200. Thomaz Bellucci e Guilherme Clezar, que desceram cinco e sete postos, respectivamente, agora estão em 217º e 263º lugares.

FEMININO

Já o ranking feminino do tênis, também atualizado nesta segunda-feira pela WTA, contou com quatro mudanças de colocações entre as cinco primeiras no Top 10. Entre estas alterações, destaque para a subida da checa Petra Kvitova, que saltou da terceira para a segunda posição ao conquistar o Torneio de Stuttgart, no domingo.

Ela ficou com 6.015 pontos e ultrapassou a romena Simona Halep, que caiu para o terceiro lugar após ter desistido de disputar o evento alemão por motivo de lesão. E logo atrás dela agora está a alemã Angelique Kerber, que subiu do quinto para o quarto lugar mesmo após ser eliminada em sua estreia nesta mesma competição em seu país.

Kerber acabou sendo beneficiada pela queda da checa do Karolina Pliskova, que defendia pontos em Stuttgart e desceu para a quinta posição depois de também ser superada no seu primeiro jogo em Stuttgart na semana passada.

Entre as brasileiras, Beatriz Haddad Maia, única representante do País no Top 300, subiu do 124º para o 123º lugar depois de ter avançado à segunda rodada do qualifying do Torneio de Praga, na República Checa, também na última semana.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1º Novak Djokovic (SER), 11.160 pontos

2º Rafael Nadal (ESP), 7.765

3º Alexander Zverev (ALE), 5.770

4º Roger Federer (SUI), 5.590

5º Dominic Thiem (AUT), 5.085

6º Kevin Anderson (AFS), 4.115

7º Kei Nishikori (JAP), 3.780

8º Juan Martín Del Potro (ARG), 3.225

9º John Isner (EUA), 3.085

10º Stefanos Tsitsipas (GRE), 3.030

11º Marin Cilic (CRO), 2.845

12º Fabio Fognini (ITA), 2.840

13º Karen Khachanov (RUS), 2.685

14º Daniil Medvedev (RUS), 2.625

15º Borna Coric (CRO), 2.525

16º Milos Raonic (CAN), 2.050

17º Nikoloz Basilashvili (GEO), 1.930

18º Gael Monfils (FRA), 1.875

19º Marco Cecchinato (ITA), 1.830

20º Denis Shapovalov (CAN), 1.820

111º Thiago Monteiro (BRA), 523

175º Rogério Dutra Silva (BRA), 308

217º Thomaz Bellucci (BRA), 232

263º Guilherme Clezar (BRA), 170

Confira o ranking atualizado da WTA:

1º Naomi Osaka (JAP), 6.151 pontos

2º Petra Kvitova (RCH), 6.015

3º Simona Halep (ROM), 5.682

4º Angelique Kerber (ALE), 5.220

5º Karolina Pliskova (RCH), 5.111

5º Angelique Kerber (ALE), 5.220

6º Elina Svitolina (UCR), 4.921

7º Kiki Bertens (HOL), 4.765

8º Sloane Stephens (EUA), 4.386

9º Ashleigh Barty (AUS), 4.275

10º Aryna Sabalenka (BLR), 3.520

11º Serena Williams (EUA), 3.461

12º Caroline Wozniacki (DIN), 3.362

13º Anastasija Sevastova (LET), 3.185

14º Madison Keys (EUA), 3.010

15º Anett Kontaveit (EST), 2.965

16º Qiang Wang (CHN), 2.812

17º Julia Goerges (ALE), 2.630

18º Elise Mertens (BEL), 2.580

19º Belinda Bencic (SUI), 2.540

20º Garbiñe Muguruza (ESP), 2.525

123º Beatriz Haddad Maia (BRA), 477

357º Carolina Alves Meligeni (BRA), 115

442º Gabriela Cé (BRA), 69

450º Luisa Stefani (BRA), 66

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.