Ljubicic dá adeus ao tênis com derrota em Monte Carlo

Aos 33 anos, Ivan Ljubicic deu adeus ao tênis profissional neste domingo, com derrota na primeira rodada do Masters 1000 de Monte Carlo. Em sua última partida na carreira, o croata foi atropelado pelo seu compatriota Ivan Dodig por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/3.

AE, Agência Estado

15 de abril de 2012 | 15h54

Apesar da derrota, Ljubicic saiu de quadra emocionado e agradeceu os torcedores que compareceram à partida. "Eu tive o prazer de jogar nesta linda quadra de novo", declarou o tenista, que vive em Monte Carlo. "Eu escolhi este torneio para ser meu último e estou muito feliz por ter tomado esta decisão", completou.

O croata viveu sua melhor fase na carreira em 2006, quando chegou a ser número 3 do mundo, sua melhor colocação no ranking da ATP. No total, foram dez títulos conquistados no circuito profissional, sendo que o principal deles foi o último, o Masters 1000 de Indian Wells, em 2010.

A carreira do tenista foi exaltada inclusive por seu adversário deste domingo. "Acho que esta é a primeira vez que eu não estou feliz por ter vencido a partida", disse Dodig. "Estou contente e orgulhoso por ter jogado contra um jogador tão bom quanto ele, que fez história, especialmente para o povo croata e para o tênis croata", completou. Com a vitória, o tenista avançou para a segunda rodada, na qual enfrentará o vencedor da partida entre Fernando Verdasco e Olivier Rochus.

Quem também avançou neste domingo foi o cabeça de chave número 9 do torneio, o francês Gilles Simon, que venceu o tenista da casa, Benjamin Balleret, por 2 a 0 (6/3 e 6/2). Na próxima rodada, ele enfrentará o vencedor de Mikhail Youzhny e Frederico Gil. Na última partida do dia, Viktor Troicki venceu Jean-Rene Lisnard e também avançou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.