Llodra bate Davydenko e vai encarar Soderling em Paris

Tenista francês surpreende e derrota o rival russo por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1

AE, Agência Estado

12 de novembro de 2010 | 14h52

Um dia depois de surpreender o atual campeão do Masters 1.000 de Paris, Novak Djokovic, o francês Michael LLodra derrubou mais um favorito, nesta sexta-feira, no torneio. Ele venceu o russo Nikolay Davydenko por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1, e avançou à semifinal da competição.

Com a vitória, Llodra enfrentará neste sábado o sueco Robin Soderling, cabeça de chave número 4, que horas antes superou o norte-americano Andy Roddick por 7/5 e 6/4, no jogo que abriu as quartas de final na capital francesa.

Atual 34.º colocado do ranking mundial, Llodra desta vez eliminou o 11.º da ATP, que despachou o brasileiro Thomaz Bellucci nas oitavas de final e vinha embalado por uma vitória sobre o checo Tomas Berdych, quinto cabeça de chave em Paris.

Essa foi a segunda vez em seis partidas que Llodra superou Davydenko, que já havia sido derrotado pelo rival no duelo anterior entre os dois, no Torneio de Roterdã de 2008, após quatro triunfos consecutivos do tenista russo.

Na partida desta sexta, Llodra contabilizou nove aces, contra apenas um do adversário, e ganhou nada menos do que 91% dos pontos que disputou quando se utilizou do primeiro serviço. Para completar, ele se aproveitou da inconstância do saque de Davydenko, que cedeu cinco oportunidades de quebra ao francês e acabou sendo quebrado em quatro delas.

O tenista da Rússia também não foi feliz quando Llodra propiciou break points. Ele só quebrou uma vez o saque do jogador da casa em quatro oportunidades.

Os pontos somados com os triunfos no torneio parisiense garantirão a Llodra um posto no top 30 do ranking mundial e farão, por consequência, Bellucci sair da atual 30.ª posição da ATP a partir da próxima segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.