López confirma favoritismo e leva taça em Johannesburgo

O espanhol Feliciano López não vacilou neste domingo diante da chance de ganhar o seu segundo título de nível ATP na carreira. Franco favorito na final do Torneio de Johannesburgo, contra o francês Stephane Robert, o número 39 do mundo precisou de apenas 1h13 para vencer por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1.

AE, Agencia Estado

07 de fevereiro de 2010 | 16h04

A conquista na África do Sul interrompeu um jejum de mais de cinco anos do espanhol. O primeiro e até então único título de López veio ainda em outubro de 2004, com a vitória em Viena, na Áustria. Aos 28 anos, o tenista não alcançava uma decisão desde 2008.

Para chegar à final em Johannesburgo, López eliminou nas semifinais o francês Gael Monfils, primeiro cabeça de chave do torneio. Robert também não fez por menos e passou pelo espanhol David Ferrer, segundo favorito. Na decisão, porém, o francês, apenas número 100 do mundo, não conseguiu fazer frente a López.

No primeiro set, Robert ainda fez sua parte ao confirmar seu serviço e salvar oito possibilidades de quebra. Mas a superioridade de López era clara. Na segunda parcial, bastaram duas quebras ao espanhol para confirmar a vitória, que veio sem conceder nenhuma chance de quebra ao francês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.