Mãe de Murray deixa cargo de capitã da Grã-Bretanha na Fed Cup

A Associação de Tênis da Grã-Bretanha anunciou nesta terça-feira que a escocesa Judy Murray deixou o cargo de capitã da equipe britânica na Fed Cup, a versão feminina da Copa Davis. Ela comandava o time há cinco anos, período em que ela tirou a Grã-Bretanha do Zonal Europa/África para disputar os playoffs do Grupo Mundial, que reúne a elite do tênis.

Estadão Conteúdo

15 de março de 2016 | 14h32

Mãe dos tenistas Andy e Jamie Murray, Judy se tornou avó recentemente com o nascimento do primeiro filho de Andy, atual número dois do mundo. Ao anunciar sua saída da equipe, ela explicou que pretende passar mais tempo com a família e com projetos específicos de tênis em quadras de grama.

"Adorei o desafio de liderar esta equipe nos últimos cinco anos, elevando o nível das nossas jogadoras e do tênis feminino no nosso país", declarou Judy. "É uma grande pena que não tenhamos conseguido disputar o Grupo Mundial, mas agora temos uma boa quantidade de jogadores capazes de jogar naquele nível."

Em sua despedida, ela também fez críticas ao atual formato da Fed Cup. "O formato da Fed Cup precisa desesperadamente de mudanças. Competições por equipes mobilizam jogadores e muito mais fãs do que torneios individuais. É crucial usar esta competição global para atrair e manter mais meninas jogando tênis em bom nível", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fed CupCopa DavisTênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.