Erika Santelices/AFP Photo
Erika Santelices/AFP Photo

Marcelo Demoliner ganha mais uma e vai à final de duplas do Torneio da Antuérpia

Adversários da próxima fase serão o indiano Divij Sharan e o neozelandês Artem Sitak

Estadão Conteúdo

19 Outubro 2018 | 13h26

Atuando ao lado do mexicano Santiago González, o brasileiro Marcelo Demoliner manteve o embalo nesta sexta-feira e assegurou classificação à final do Torneio da Antuérpia. Ele e o seu parceiro desta vez superaram os irmãos espanhóis Gerard e Marcel Granollers por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, e se garantiram na luta pelo título do ATP 250 realizado em quadras duras na Bélgica.

Os rivais de Demoliner e González na decisão serão definidos apenas neste sábado, quando os franceses Nicolas Mahut e Edouard Roger-Vasselin, cabeças de chaves número 2, enfrentarão o indiano Divij Sharan e o neozelandês Artem Sitak na outra semifinal da competição.

Para avançar à decisão que será disputada no domingo, o brasileiro e o mexicano bateram os irmãos Granollers em apenas 59 minutos. Eles aproveitaram três de sete chances de quebrar o saque dos espanhóis, que converteram o único break point que tiveram em todo o confronto e acabaram sendo liquidados em sets diretos.

Essa será a oitava final de um torneio da ATP disputada por Demoliner, que só foi campeão uma vez nas sete decisões que fez na elite profissional. O fim do jejum ocorreu justamente neste ano, em Antalya, na Turquia, onde triunfou ao lado de González em quadra de grama, no final de junho.

Antes disso, o brasileiro amargou quatro vice-campeonatos atuando com o neozelandês Marcus Daniell, um com o seu compatriota Thomaz Bellucci e mais outro com o norte-americano Sam Querrey.

Na semana passada, Demoliner foi campeão de um torneio de nível challenger, do segundo escalão da ATP, fazendo parceria com González em Barcelona. Assim, ele e o mexicano chegarão à final deste domingo embalados por sete vitórias seguidas, sendo quatro delas obtidas na Espanha e mais três na Bélgica.

 
Mais conteúdo sobre:
tênisMarcelo Demoliner

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.