Marcelo Demoliner perde decisão de duplas na China e amarga o quinto vice

Ao lado do neozelandês Marcus Daniell, brasileiro perde para Jonathan Erlich e Aisam-Ul-Haq Qureshi

Estadao Conteudo

01 Outubro 2017 | 08h58

O brasileiro Marcelo Demoliner ficou mais uma vez no quase. Pela quinta vez, o tenista chegou a uma final de duplas nível ATP e novamente terminou como vice-campeão. Neste domingo, ao lado do neozelandês Marcus Daniell, ele perdeu a decisão do Torneio de Chengdu para o israelense Jonathan Erlich e o paquistanês Aisam-Ul-Haq Qureshi por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/3).

+ Pliskova e Wozniacki vencem com tranquilidade na estreia em Pequim

Foi o quarto vice ao lado de Daniell. A dupla já havia perdido neste ano as decisões em São Paulo e Lyon e, na temporada passada, ficou em segundo lugar no Torneio de Bastad. O outro vice de Demoliner foi ao lado do brasileiro Thomaz Belucci, quando perderam em Quito, também em 2016.

Apesar da frustração de não erguer o troféu de campeão de um torneio nível ATP, Demoliner deve obter nesta segunda-feira seu melhor lugar no ranking. A previsão é que suba do 54º lugar para o 45º - até então sua melhor marca havia sido um 47º lugar.

Daniell deve subir do 47º para o 43º lugar. A dupla agora se concentra para o ATP 500 de Tóquio que acontecerá na próxima semana. A estreia será contra o norte-americano Nicholas Monroe e o croata Nikola Mektic.

Na decisão de simples, Denis Istomin, do Uzbequistão, contou com a desistência do cipriota Marcos Baghdatis e ficou com o título do torneio. A partida estava 3 a 2, quando o Baghdatis se machucou e precisou abandonar a partida.

+ Leia mais notícias sobre tênis

TORNEIO DE PEQUIM

O brasileiro Rogério Dutra Silva perdeu neste domingo para o sérvio Dusan Lajovic por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 5/7 e 6/3 na última rodada do qualificatório para o ATP 500 de Pequim.

Número 1 do ranking brasileiro e 74º do mundo, Rogério agora se prepara para o qualificatório do Masters 1000 de Xangai, que acontece no próximo final de semana. A chave principal de Pequim começa nesta segunda-feira.

No Torneio de Shenzhen, o belga David Goffin derrotou o ucraniano Alexandr Dolgopolov por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (7/5) e 6/3 e ficou com a taça da competição.

Nas duplas, austríaco Alexander Peya e o norte-americano Rajeev Ram venceram o sérvio Nikola Mektic e o norte-americano Nicholas Monroe por 6/3 e 6/2 e ficaram com o título nas duplas.

Mais conteúdo sobre:
Marcelo Demoliner Marcus Daniell

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.