Neil Hall/EFE
Neil Hall/EFE

Marcelo Melo e Kubot derrotam dupla da Áustria e vão às quartas de Montecarlo

Ao lado de polonês, tenista mineiro leva a melhor sobre Dominic Thiem e Jürgen Melzer por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4

Redação, Estadão Conteúdo

18 de abril de 2019 | 15h42

O Brasil segue com todos seus representantes nas duplas do Masters 1000 de Montecarlo. Nesta quinta-feira, o mineiro Marcelo Melo, um dos principais tenista do País na atualidade, derrotou ao lado do polonês Lukasz Kubot os austríacos Dominic Thiem e Jürgen Melzer e avançou às quartas de finais do torneio realizado em quadras de saibro no Principado de Mônaco.

Cabeças de chave número 2 do torneio, Melo e Kubot se impuseram sobre os austríacos e precisaram de apenas 68 minutos para vencer a dupla adversária, convidada da organização, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4. Seus próximos rivais serão os croatas Nikola Mektc e Franko Skugor.

O brasileiro e o polonês não deram chances para a dupla da Áustria, que apostava, sobretudo, no talento de Thiem, eliminado na chave de simples mais cedo pelo sérvio Dusan Lajovic. Os austríacos conseguiram salvar alguns break points 8 de 11 break points, mas não suportaram a pressão e perderam a primeira parcial 6 a 3. No segundo set, Melo e Kubot tiveram mais dificuldade, mas deslancharam e venceram três dos últimos quatro games para carimbar a classificação.

Outro tenista brasileiro que venceu e permanece na disputa do torneio monegasco é Marcelo Demoliner. Ao lado do russo Daniil Medvedev, o gaúcho superou os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, cabeças de chave número 4, por 6/2 e 6/4 e, com isso, alcançou a sua melhor marca na carreira ao chegar ao estágio das quartas. Ele e Medvedev agora vão medir forças com a parceria dos argentinos Maximo Gonzalez e Horacio Zeballos. Bruno Soares, parceiro do britânico Jamie Murray, também está vivo na competição.

CHAVE DE SIMPLES

Outros dois jogos nesta quinta em Montecarlo definiram os últimos tenistas que avançaram às quartas na chave de simples. Em recuperação na temporada, o italiano Fabio Fognini, 18º colocado do ranking mundial, conquistou a vaga à fase seguinte com uma vitória sobre o alemão Alexander Zverev, atual número 3 do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/1.

Foi o terceiro triunfo seguido de Fognini na temporada. Ele enfrentará, agora, o croata Borna Coric, 13º colocado da ATP e cabeça de chave número 9 do torneio, que carimbou sua vaga para as quartas ao superar, com certa facilidade, o francês Pierre-Hugues Herbert (49º), por 6/4 e 6/2 em 1h41 de partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.