Sarah Stier/AFP
Sarah Stier/AFP

Marcelo Melo e Lukasz Kubot vencem mais uma e estão nas quartas de final em Miami

Brasileiro e polonês ganhou da dupla formada pelo argentino Guido Pella e o português João Sousa

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2019 | 22h05

O brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot venceram mais uma vez nesta segunda-feira e estão nas quartas de final do Masters 1000 de Miami, disputado em quadras rápidas nos Estados Unidos. A dupla cabeça de chave número 1 ganhou do argentino Guido Pella e do português João Sousa por 2 sets a 0 - com parciais de 7/5 e 6/3, em 1 hora e 18 minutos.

Na próxima rodada, valendo um lugar nas semifinais, Melo e Kubot enfrentarão o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic, que formam a dupla cabeça de chave 5 em Miami, que nesta segunda-feira derrotaram o moldavo Radu Albot e o georgiano Nikoloz Basilashvili também por 2 sets a 0, com um duplo 6/1.

Mais uma vez muito seguros, com a confiança que vem acompanhando a dupla desde o Masters 1000 de Indian Wells, também nos Estados Unidos, na semana retrasada, Melo e Kubot avançaram em Miami sem perder nenhum set até agora.

Na primeira parcial, muito equilíbrio em quadra e sem quebras até o 12.º game, quando conseguiram o break para vencer por 7/5, após 39 minutos. O segundo set também foi equilibrado até o final. Aí a quebra veio no oitavo game para marcar 5/3 e confirmar o serviço, na sequência, fechando o jogo. Foi a sexta vitória na temporada, dando mais um passo na busca do segundo título em Miami - foram campeões em 2017.

"O mais importante nesta segunda-feira foi jogar com confiança os momentos decisivos do jogo. Tivemos poucas chances, mas conseguimos aproveitar as principais, que foram ao final de cada set. Jogamos de forma agressiva e deu certo. Mais uma vez, tivemos o apoio de muitos brasileiros", analisou Melo.

SIMPLES - Em um jogo muito equilibrado, com três tie-breaks, o suíço Roger Federer conheceu o seu rival nas oitavas de final da chave de simples. Será o russo Daniil Medvedev, de 23 anos, que ganhou do norte-americano Reilly Opelka por 2 sets a 1 - com parciais de 7/6 (7/5), 6/7 (5/7) e 7/6 (7/0), após 2 horas e 22 minutos.

O canadense Denis Shapovalov, 23.º do ranking aos 19 anos, também avançou às oitavas de final ao vencer o russo Andrey Rublev por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/5). E o belga David Goffin passou pelo italiano Marco Cecchinato com um duplo 6/4.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisMarcelo Melo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.