Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Marcelo Melo vence em Xangai e vai a mais uma final com novo parceiro

Brasileiro tenta acabar com hegemonia dos irmãos Bryan nas duplas

Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2015 | 12h08

Marcelo Melo está cada vez mais próximo de acabar com a hegemonia dos irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan no topo do ranking mundial entre os duplistas no tênis. O brasileiro avançou a mais uma final neste sábado, junto do sul-africano Raven Klaasen. Pela semifinal do Masters 1000 de Xangai, eles derrotaram a parceria formada pelo indiano Rohan Bopanna e o polonês Lukasz Kubot por 2 a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (1/7) e 10/7.

Na decisão de domingo na China, Melo e Klaasen vão enfrentar a dupla italiana Simone Bolelli/Fabio Fognini, que derrotou Daniel Nestor (Canadá)/Edouard Roger-Vasselin (França), também por 2 a 1, parciais de 5/7, 7/6 (7/5) e 10/3, também neste sábado.

Em grande fase, Melo vem jogando com Klaasen desde a semana passada porque o croata Ivan Dodig, parceiro habitual do tenista mineiro, optou por disputar torneios de simples nesta reta final da temporada para recuperar seu ranking na ATP.

E agora Melo e Klaasen já acumulam sete vitórias em sete jogos neste início de parceria entre os dois no circuito profissional. Na final, o brasileiro já reduziu de 1.470 para 870 pontos a distância para os irmãos Brayn no ranking mundial. Se faturar o título na China, essa folga dos norte-americanos cai para apenas 470.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.