Arquivo/AE
Arquivo/AE

Marcos Daniel fica fora de confronto do Brasil na Davis

Na disputa contra a Colômbia, seleção terá Bellucci, Franco Ferreiro e os duplistas André Sá e Marcelo Melo

Agencia Estado

17 de abril de 2009 | 14h08

O tenista gaúcho Marcos Daniel, segundo melhor brasileiro no ranking da ATP, ficou de fora da convocação para o duelo contra a Colômbia, que será disputado de 8 a 10 de maio, pela Zonal Americano 1 da Copa Davis. A Confederação Brasileira de Tênis (CBT) anunciou nesta sexta-feira a convocação, com Thomaz Bellucci, número 1 do País e 64 do mundo, Franco Ferreiro, número 155, e os duplistas André Sá e Marcelo Melo, que estão entre os 30 melhores do mundo na categoria.

"Esses jogadores querem ir à Colômbia para defender o Brasil em um confronto complicado", justificou o capitão da equipe, Francisco Costa, que chamou ainda os reservas Caio Zampieri, 247.º no ranking da ATP, e o jovem Henrique Cunha, 756.º colocado. A ausência de Daniel está ligada à falta de acordo comercial com o tenista. Thiago Alves, número 128 do mundo e terceiro melhor do País no ranking, não tem bons resultados no saibro.

Será o segundo ano seguido em que o Brasil inicia sua participação na Davis. No ano passado, em Sorocaba, o Brasil venceu por 4 a 1. Desta vez o mando é da Colômbia, que escolheu a cidade de Tunja para o confronto, em quadras de saibro. Os convocados são Santiago Giraldo (133.º do mundo), Alejandro Falla (208.º), Carlos Salamanca (285.º) e Juan Sebastian Cabal.

Em 2005 as duas equipes se enfrentaram em Bogotá, pelo Grupo 2 (equivalente à terceira divisão), e o Brasil venceu por 5 a 0. Quem ganhar esse confronto disputará a repescagem do Grupo Mundial, contra uma das oito equipes eliminadas na primeira fase - nessa lista estão equipes fortes como a França e a Suíça, que pode contar com Roger Federer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.