Marcos Daniel leva virada e cai na estreia em Acapulco

O brasileiro Marcos Daniel deu toda a impressão de que afastaria a má fase nesta terça-feira, mas voltou a falhar e foi eliminado logo na estreia pelo Torneio de Acapulco. No saibro mexicano, o tenista gaúcho venceu a primeira parcial com facilidade, chegou a ter três match-points, mas tomou a virada e perdeu para o uruguaio Pablo Cuevas por 2 sets a 1, com parciais de 1/6, 7/5 e 7/6 (10/8).

AE, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2010 | 20h56

A derrota foi a quarta de Daniel em estreias neste ano. Antes, o número 87 do mundo já havia caído na primeira rodada do Challenger de São Paulo, no Torneio de Santiago, no Chile, e no Brasil Open, na Costa do Sauipe. O gaúcho venceu apenas em Buenos Aires, onde perdeu nas oitavas de final para o espanhol Juan Carlos Ferrero, que acabou se sagrando campeão.

No torneio mexicano, que dá 500 pontos ao vencedor no ranking da ATP, Daniel teve um início arrasador. A partir do segundo set, porém, o brasileiro começou a errar muito e permitiu a reação do uruguaio, número 51 do mundo. Mesmo assim, ainda teve três chances para fechar o jogo na terceira parcial, uma delas com o saque a seu favor. Mas Cuevas foi melhor e venceu após 2h31 de disputa.

Nas oitavas de final, Cuevas vai encarar o espanhol Albert Montañes, oitavo cabeça de chave do torneio. Diante do compatriota Daniel Gimeno-Traver, Montañes venceu por 2 sets a 1 (7/5, 4/6 e 6/2). Outro favorito a avançar foi o também espanhol Nicolas Almagro, que derrotou o israelense Drudi Sela por 2 a 0 (6/1 e 7/6 (7/0)) e enfrenta agora o francês Richard Gasquet.

QUEDA NAS DUPLAS - Também nesta terça-feira, o brasileiro Thomaz Bellucci perdeu em sua estreia pela chave de duplas em Acapulco. Ao lado do argentino Lucas Arnold Ker, ele caiu para os mexicanos Juan-Manuel Elizondo e Cesar Ramirez por 2 sets a 1 (7/6 (7/5), 4/6 e 10/8). Por outro lado, Bellucci já está garantido nas oitavas do torneio de simples, depois de estrear com vitória na segunda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.