EFE/EPA/JULIAN SMITH
EFE/EPA/JULIAN SMITH

Sharapova cai nas oitavas do Aberto da Austrália; Nadal avança

Russa ex-número 1 do mundo, atualmente na 30ª posição do ranking WTA, perdeu para Ashleigh Barty, atleta da casa

Redação, O Estado de S.Paulo

20 Janeiro 2019 | 03h51

A tenista russa Maria Sharapova, ex-número 1 do mundo e, atualmente, na 30ª posição do ranking WTA, está fora do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada, após perder jogo das oitavas de final para a atleta da casa Ashleigh Barty, que está na 15ª posição do ranking. As parciais do jogo foram 4-6, 6-1, 6-4, neste domingo, em Melbourne

A tenista russa havia vencido na rodada anterior uma jogadora do top 5, a dinamarquesa Caroline Wozniacki, número 3 do mundo na WTA e atual campeã do torneio. Mas, desde que retornou às quadras após ter sido suspensa por dopping em 2017, a russa, de 31 anos, só chegou nas quartas de final em um Grand Slam apenas uma vez, em Roland Garros, na França, em 2018.

Vencedora do jogo, Barty, de 22 anos, passa para sua primeira participação em qurtas de final em uma competição importante. É a primeira vez em dez anos que uma australiana chega às quartas do Aberto de Melbourne. A última a realizar este feito, até então, havia sido a tenista Jalena Dokic. 

Com seu jogo variado e sua habilidade na rede, Barty controlou Sharapova com perfeição, reduzindo seus próprios erros. "Tive muitas oportunidades no terceiro set, mas não as aproveitei", admitiu Barty, que venceu a partida em 2h22 min. "Sei que quando jogo meu jogo, posso estar à altura das melhores", disse. 

Para conseguir uma vaga entre as semifinalistas, Barty vai enfrentar a checa Petra Kvitova, atual número 6 do ranking feminino, que derrotou a adolescente americana Amanda Anisimova, de 17 anos, em 59 minutos, com parciais de 6-2 e 6-1.

No masculino,  Rafael Nadal, atual número 2 do mundo no ranking da ATP, venceu neste domingo, o checo Tomas Berdych, com parciais de 6-0, 6-1, 7-6 (7-4 no tie-break) e se classificou para as quartas de final do Aberto da Austrália. Na próxima rodada ele vai enfrentar o jovem americano de 21 anos France Tiafoe, que eliminou o búlgaro Grigor Dimitrov, 20º no ranking.

 

Depois da partida, Nadal disse ter feito um jogo "quase perfeito" e ressaltou que o adversário cometeu mais erros do que o normal. "Eu sabia que ele me pressionaria no terceiro set", analisou o ex-número um do ranking mundial após conquistar o triunfo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.