Lynn Bo Bo/EFE
Lynn Bo Bo/EFE

Mattek-Sands e Safarova faturam bicampeonato de duplas no Aberto da Austrália

Dupla vencedora em 2015 faz 2 sets a 1, de virada, Andrea Hlavackova e a chinesa Shuai Peng

Estadao Conteudo

27 de janeiro de 2017 | 10h06

A norte-americana Bethanie Mattek-Sands e a checa Lucie Safarova faturaram nesta sexta-feira o bicampeonato do torneio de duplas femininas do Aberto da Austrália. Campeãs desta disputa do Grand Slam realizado em Melbourne também em 2015, as duas tenistas conquistaram o feito ao vencerem na decisão a checa Andrea Hlavackova e a chinesa Shuai Peng por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 6/7 (4/7), 6/3 e 6/3.

Esse foi, por sinal, o quarto título de Grand Slam desta parceria no circuito profissional, no qual Mattek-Sands e Safarova também ficaram com a taça do US Open do ano passado, em Nova York, e ainda triunfaram na chave feminina de simples da edição de 2015 de Roland Garros, em Paris.

Cabeças de chave número 2 em Melbourne, Mattek-Sands e Lucie Safarova confirmaram favoritismo apenas após 2h14min de confronto nesta sexta. Elas acabaram surpreendidas por Hlavackova e Peng, listadas como 12ª dupla pré-classificadas, com uma derrota no tie-break do primeiro set, mas depois reagiram nas duas parciais seguintes, nas quais aproveitam cinco chances de quebrar o saque das adversárias para aplicar o duplo 6/3 que liquidou o duelo.

Também nesta sexta-feira foram definidos os finalistas do torneio de duplas mistas do Aberto da Austrália. Uma das duplas que se garantiu na luta pelo título foi a formada pelo croata Ivan Dodig e a indiana Sania Mirza, cabeças de chave número 2, que derrotaram os australianos Sam Groth e Samantha Stosur por 2 sets a 1, com 6/4, 2/6 e 10/5.

Os seus adversários na decisão de domingo serão o colombiano Juan Sebastián Cabal e a norte-americana Abigail Spears, que na outra semifinal do dia venceram a ucraniana Elina Svitolina e o australiano Chris Guccione com parciais de 7/6 (7/1) e 6/2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.