Geoff Burke/ USA TODAY Sports
Geoff Burke/ USA TODAY Sports

Medvedev estreia com facilidade em Roland Garros visando desbancar Djokovic do topo do ranking

Tenista russo número 2 do mundo faz duplo 6/2 sobre Facundo Bagnis na primeira partida do Grand Slam

Redação, Estadão Conteúdo

24 de maio de 2022 | 09h35

O russo Daniil Medvedev curtiu a liderança do ranking mundial da ATP por somente duas semanas no começo da temporada. Em Roland Garros, ele tem nova oportunidade de desbancar o sérvio Novak Djokovic e o primeiro passo foi bem dado, com vitória sossegada na estreia com duplo 6/2 diante do argentino Facundo Bagnis, nesta terça-feira.

Para retomar o topo do ranking, contudo, o russo terá de mostrar superação no Grand Slam. Ele precisa chegar à final para conseguir superar Djokovic, o que não é nada fácil pelo retrospecto de Medvedev na terra batida francesa.

Medvedev disputa pela sexta vez o Grand Slam de saibro e jamais se deu bem. Depois de quatro eliminações seguidas na primeira rodada entre 2017 e 2020, ele conseguiu seu melhor resultado na temporada passada, ao chegar nas quartas de final contra o grego Stefanos Tsitsipas. Na ocasião, caiu com 3 a 0.

Este ano, ele chega com surpreendente eliminação nas oitavas em Madri e querendo dar a volta por cima. Contra Bagnis, errou bastante o primeiro serviço, mas foi eficiente nas trocas de pontos e nos breakpoints, ganhando oito de 13 oportunidades. Agora ele desafia o sérvio Laslo Djone pela segunda rodada.

Quem não se deu bem na estreia foi o israelense naturalizado canadense, Denis Shapovalov, número 10 do mundo. O jogador, que recentemente se envolveu em confusão ao mandar a torcida "calar a boca" em Roma, foi superado pelo dinamarquês Holger Rune, campeão júnior de 2019 em Roland Garros, por 6/3, 6/1 e 7/6 (7/4).

Favoritas avançam

A abertura do dia na chave feminina veio com as cabeças de chave se impondo. Campeã de 2017, Jelena Ostapenko (13ª em Roland Garros), da Letônia, passou pela italiana Lucia Bronzetti, com 6/1 e 6/4. A americana Danielle Collins (9ª) superou a húngara Viktoryia Tomova com 6/0 e 6/4 e a experiente checa Karolina Pliskova (8ª), de 30 anos, ganhou da francesa Tessah Andrianjafitrimo, de virada, por 2/6, 6/3 e 6/1 para seguir o sonho de ganhar seu primeiro Grand Slam.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.