Melhor do mundo não jogará o Aberto de Tênis da Austrália

Por problemas familiares, a tenista belga Justine Henin-Hardenne, líder do ranking da WTA, com 3.998 pontos, anunciou nesta quinta-feira que não disputará o Aberto da Austrália, um dos quatro maiores torneios do mundo."Desgraçadamente, eu não poderei participar do torneio", contou a tenista, de 24 anos. "Só posso dizer que a decisão foi tomada com base em problemas sérios de cunho pessoal. Porém, os detalhes eu só revelarei daqui há algum tempo."Como foi vice-campeã da última edição (a vencedora foi a francesa Amelie Mauresmo), Henin não defenderá os seus pontos. Desta forma, ela poderá ser ultrapassada pela russa Maria Sharapova, atual número dois da WTA, que no ano passo caiu nas semifinais.O Aberto da Austrália começa no próximo dia 15 de janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.