Meligeni quer voltar a fazer história

Com toda sua raça e coragem, Fernando Meligeni quer voltar a fazer história em Roland Garros. Neste sábado, por volta das 13 horas de Brasília, o tenista brasileiro desafia uma das maiores estrelas do tênis mundial, Andre Agassi, em partida que vale uma vaga nas oitavas-de-final do torneio. Assim como em 99, quando alcançou as semifinais, Meligeni sonha em repetir o feito em Paris.Desde a semifinal de 99, Meligeni não ganha tanto destaque na competição. Vai voltar à quadra central, hoje batizada de Philippe Chatrier, para fazer o último jogo do dia. "Acho sempre muito especial jogar neste torneio e não me importo se vou para uma quadra central ou lá para a número 18", disse o brasileiro. "Para mim, a maior satisfação é estar nesta competição lutando por vitórias." As chances de Meligeni avançar na competição são consideradas remotas, mas depois do que ele fez em 99, superando vários favoritos até chegar às semifinais, não se pode duvidar da força deste jogador em Paris. Outro detalhe importante é que esta será a primeira vez que o brasileiro vai jogar em seu terreno preferido, a quadra saibro, contra Agassi.As outras quatro vezes em que Meligeni enfrentou Agassi foram em quadras rápidas, superfície que não favorece em nada o estilo do brasileiro. Por isso, ele mostrou-se muito mais confiante e esperançoso em um bom resultado. "No saibro é onde tenho alguma chance de vencer o Agassi", avaliou. "Por isso, vou entrar na quadra determinado a não deixá-lo dominar os pontos, apressando as trocas de bola. Minha tática seria a de forçá-lo a ir para trás. Vou fazer de tudo e ver o que dá." Este ano, Andre Agassi teve um início de temporada fulminante. Ganhou o Aberto da Austrália e levantou dois troféus de Masters Series, em Indian Wells e Miami. Mas, nos torneios europeus nas quadras de saibro, ele não teve a mesma sorte e perdeu nas primeiras rodadas em Roma, para o espanhol Alex Calatrava, e em Hamburgo, para o francês Fabrice Santoro.Ainda jogam neste sábado na quadra central de Roland Garros, Jennifer Capriati com Mirjana Lucic, seguido de Fabrice Santoro x Marat Safin, Elena Bovina (Russia) com Sandrine Testud (França) e só depois está programada a partida de Meligeni x Agassi.

Agencia Estado,

01 de junho de 2001 | 16h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.