Mello perde de Tursunov e Brasil é eliminado na Davis

Ricardo Mello não resistiu ao experiente Dmitry Tursunov neste domingo, em Kazan, e sofreu a terceira derrota do Brasil no duelo com a Rússia pela repescagem da Copa Davis. Com o placar de 3 sets a 1, parciais de 6/1, 7/6 (7/5), 2/6 e 6/3, o tenista local fechou a série melhor-de-cinco jogos por 3 a 2 e devolveu a Rússia ao Grupo Mundial da principal competição por equipes do circuito.

AE, Agência Estado

18 de setembro de 2011 | 15h13

Antes de Mello, Thomaz Bellucci havia sido derrotado por Mikhail Youzhny por 3 sets a 2, resultado que empatou em 2 a 2 o duelo entre os dois países. O Brasil liderava o placar até sábado por 2 a 1 por conta das vitórias de Marcelo Melo e Bruno Soares nas duplas e Bellucci, principal tenista do País, na partida de simples de sexta-feira.

O duelo entre Mello e Tursunov desempatou o confronto. A favorita Rússia voltará à elite do tênis mundial em 2012, enquanto o Brasil voltará ao Zonal Americano em busca de uma nova vaga na repescagem. O time brasileiro não integra o Grupo Mundial da Davis desde 2003, quando a equipe então liderada por Gustavo Kuerten foi eliminada pela Suécia na primeira rodada.

Mello entrou em quadra neste domingo na condição de franco-atirador. Número 120 do ranking da ATP, o brasileiro tinha como objetivo apresentar uma atuação mais consistente depois de ser arrasado na sexta-feira por Youzhny.

Após levar 5/0 no set inicial, o brasileiro fez um duelo equilibrado contra o rival na segunda parcial, definida somente no tie-break. Sem desanimar, Mello reagiu no jogo e venceu o set seguinte. Na sequência, ele chegou a salvar quatro match points antes de ceder a vitória ao adversário em 2h56min.

CANADÁ - Ainda pela repescagem, a equipe canadense se garantiu no Grupo Mundial ao vencer o duelo com Israel por 3 a 2 neste domingo. Vasek Pospisil assegurou a classificação dos visitantes ao derrotar Amir Weintraub por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 7/6 (7/3) e 6/4.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisBrasilRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.