Mello vence argentino e é tricampeão do Aberto de SP

Na decisão, ele derrotou Eduardo Schwank, por 2 a 0, parciais de 6/3 e 6/1, em apenas uma hora de jogo

AE, Agencia Estado

10 de janeiro de 2010 | 14h21

O brasileiro Ricardo Mello não decepcionou a torcida e faturou o tricampeonato do Aberto de São Paulo, neste domingo. Na decisão, ele derrotou o argentino Eduardo Schwank, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, em apenas uma hora de confronto.

Com este placar, Mello chegou ao título sem perder nenhum set, igualando a campanha do ano passado - também venceu em 2005. O tenista soma agora dez jogos seguidos sem ceder sets aos adversários. "Estou muito feliz com esta semana. Foi uma campanha irretocável, perfeita. A defesa de um título é sempre mais difícil, mas acabou dando tudo muito certo", comemorou.

Ele também chegou ao seu 11.º título de challenger na carreira, alcançando a marca dos compatriotas Marcos Daniel e André Sá. O recordista é o japonês Takao Suzuki, que detêm 16 troféus de challenger.

Motivado pelo grande público na quadra montada no Parque Villa-Lobos, Mello dominou o jogo deste domingo com certa tranquilidade. Logo no início, chegou a perder o saque, mas conseguiu devolver a quebra na sequência e embalou na partida.

"Não esperava isso, principalmente pelo início do primeiro set em que levei uma quebra no terceiro game. No game seguinte percebi que ele sentiu a pressão, então vi a minha chance de reverter", comentou Mello, número 151 do mundo, que atribuiu a vitória ao calor e ao apoio do público. "O calor influenciou, a presença do público, o apoio da família e dos amigos que vieram de Campinas ajudaram a subir o meu nível", declarou.

Com o troféu nas mãos, Mello busca agora dar sequência à temporada na busca pelo top 100. "O título dá um ânimo novo, moral e confiança. Você começa a encarar a temporada de uma maneira diferente", afirmou o tenista, que disputará o Challenger de Bucaramanga, na Colômbia daqui a duas semanas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.