Mello vence e passa às quartas nos EUA

Ricardo Mello aproveitou a boa chance nesta quarta-feira. Depois de vencer Sebastien Grosjean, na estréia do ATP Tour de Los Angeles, teve pela frente um tenista de ranking muito ruim, o israelense Amir Hadad, número 414 da lista de entradas. E sem desperdiçar a oportunidade, venceu por 6/3 e 6/1 e avançou para as quartas-de-final do Mercedes Benz Cup, disputado nas quadras de cimento da UCLA. Na próxima rodada, provavelmente, apenas na sexta-feira, terá pela frente um adversário bem mais perigoso - o eslovaco Dominik Hrbaty, que eliminou Jan Hernych por 6/4 e 6/1. Para Ricardo Mello, as duas vitórias em Los Angeles servem como um grande alento. Este ano, o tenista número 1 do Brasil e que esta semana joga com o melhor ranking de sua carreira, a 50ª posição, não vinha de boas campanhas. Seu melhor resultado ainda é a semifinal do Brasil Open, na Costa do Sauípe, quando perdeu para o espanhol Rafael Nadal. Apesar dessa boa campanha, Mello ainda terá muitos pontos para defender nas próximas competições, pois no ano passado chegou à terceira rodada do US Open, além de ter conquistado o título do torneio de Delray Beach. A principal atração deste torneio é o veterano norte-americano Andre Agassi, que depois de dois meses afastado do circuito - não jogava desde Roland Garros - retornou em grande forma e estreou com arrasadora vitória: marcou 6/1 e 6/0 no francês Jean-Rene Lisnard. Agassi também reapareceu em Los Angeles com uma nova marca. Depois de passar a vida toda como um dos maiores garotos propagandas da Nike, o queridinho dos norte-americanos assinou com a marca alemã Adidas e muitos dizem que foi por interferência de sua mulher, a ex-tenista Steffi Graf.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.